! Brasil ouve italianos 'falando demais', mas prefere resposta em campo - 20/06/2009 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte Futebol
 
20/06/2009 - 09h22

Brasil ouve italianos 'falando demais', mas prefere resposta em campo

Declarações do goleiro Gianluigi Buffon não foram bem recebidas pela seleção. O excesso de confiança do camisa 1 italiano mexeu com os jogadores para a partida que acontece às 15h30 (de Brasília) deste domingo, em Pretoria, pela Copa das Confederações. Mas mesmo vendo o rival "falando demais", os brasileiros preferiram guardar a resposta para o jogo decisivo para as duas equipes.

AP
Buffon mostrou confiança para a partida da Itália contra a seleção brasileira, domingo
BRASIL TENTA EVITAR LONGA VIAGEM
ROBINHO PROVOCA AMIGO CANNAVARO
OBRAS NO PRINCIPAL ESTÁDIO DE 2010
MAIS DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES
"Os jogadores italianos estão acostumados a ganhar títulos, não é à toa que o Buffon está falando até demais. Ele tem confiança e muita experiência. Será um jogo difícil e queremos essa vitória para avançar em primeiro lugar", disse Felipe Melo, evitando entrar em polêmica, mas mostrando reprovação à postura de Buffon.

Na última sexta-feira, o goleiro da Juventus afirmou que a Itália não só pode vencer o Brasil neste domingo, como espera ganhar dos pentacampeões duas vezes dentro da Copa das Confederações, já prevendo uma eventual final. Ele também disse que a Azurra também tem todas as condições de passar pela Espanha, atual campeã europeia.

"Não sei se é arrogância ou confiança da parte do Buffon, mas ele é um grande goleiro e o respeitamos, assim como toda a Itália", ponderou Robinho. Mas apesar do tom ameno, o atacante prometeu uma resposta mais incisiva ao adversário em campo, neste domingo, no estádio Loftus Versfeld.

"Não gosto muito de falar antes do jogo, depois da partida nós dizemos algo. Sabemos do que somos capazes. Quando a seleção brasileira entra bem pode ganhar de qualquer adversário", emendou Robinho.

O Brasil lidera o grupo B das Confederações com seis pontos e 100% de aproveitamento. Precisa de um empate para assegurar a liderança sem depender do jogo entre Egito e Estados Unidos. A Itália, por sua vez, necessita da vitória para avançar sem pensar na outra partida.

"Não acredito em ansiedade por parte deles. A Itália vai jogar com bastante cautela e terá a paciência necessária, mas o Brasil jogará sólido como sempre. Será um jogo muito duro", completou Felipe Melo.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host