! Com trio inspirado, seleção tem melhor ano e série ofensiva com Dunga - 23/06/2009 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte Futebol
 
23/06/2009 - 07h01

Com trio inspirado, seleção tem melhor ano e série ofensiva com Dunga

Kaká, Robinho e Luís Fabiano. O três jogadores mais avançados da seleção estão fazendo Dunga rir à toa com o desempenho ofensivo do time. Embalado na Copa das Confederações, o Brasil já tem sua melhor sequência ofensiva desde que o capitão do tetra assumiu e, a menos de um ano da Copa, vê em 2009 uma temporada promissora para o ataque.

ARTILHEIROS DA SELEÇÃO EM 2009
Reuters
Atacante Luís Fabiano é o principal artilheiro da seleção na temporada
6 golsLuís Fabiano
3 golsKaká e Robinho
2 golsJuan e Felipe Melo
1 golElano, Julio Baptista, Daniel Alves, Nilmar e Maicon
Gol contraDossena, da Itália
GolsJogadores
MAIS DE COPA DAS CONFEDERAÇÕES
LEIA MAIS NOTÍCIAS DA SELEÇÃO
Na vitória por 3 a 0 sobre a Itália no último domingo, em Pretoria, a seleção somou seu nono jogo seguido fazendo ao menos um gol, marca inédita sob o comando de Dunga. A série anterior era de oito partidas, obtida em 2007, em cinco jogos da Copa América e três amistosos.

Desta vez, são nove confrontos e em nível mais exigente. O Brasil não passa em branco desde outubro de 2008, quando empatou sem gols com a Colômbia. Depois disso, marcou contra Portugal (6 x 2), Itália (2 x 0), Equador (1 x 1), Peru (3 x 0), Uruguai (4 x 0), Paraguai (2 x 1), Egito (4 x 3), Estados Unidos (3 x 0) e Itália (3 x 0).

E em seis desses jogos, Kaká, Robinho e Luís Fabiano estavam presentes juntos em campo. Eles não formaram o trio ofensivo apenas contra Itália (na vitória por 2 a 0), Equador e Paraguai, justamente quando a equipe fez, no máximo, dois gols.

"É uma pressão muito grande vestir a camisa 9 da seleção, uma camisa que já foi de jogador número um do mundo, mas venho fazendo meu trabalho com humildade e gols. Tenho que aproveitar o momento, pois nunca se sabe o dia de amanhã", comentou Luís Fabiano, artilheiro do Brasil na temporada (nove gols) e na Copa das Confederações (três gols).

No total da era Dunga, Robinho é o primeiro da lista de goleadores, com 15, seguido por Luís Fabiano (14) e Kaká (13). Na temporada, a vantagem é de Luís Fabiano: ele fez seis gols, o dobro de Robinho e Kaká, três cada.

Com esse desempenho, o trio se responsabiliza por 54% dos gols feitos em 2009, ano mais eficiente do setor ofensivo sob a direção de Dunga. São 22 gols em oito jogos, média de 2,75 por partida, superando os índices de 2006 (2,33), 2007 (2,11) e 2008 (1,63).

Na Copa das Confederações, o Brasil chega à semifinal ostentando o melhor ataque: dez gols em três jogos. "O importante é que a equipe está crescendo durante a competição. Quando a seleção iguala o adversário na disposição, a qualidade faz a diferença", avaliou Kaká.

O trio ofensivo estará novamente em ação na briga por um lugar na final do torneio. Às 15h30 (de Brasília) desta quinta-feira, no estádio Ellis Park, em Johanesburgo, a seleção enfrenta a África do Sul, treinada pelo brasileiro Joel Santana.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host