UOL Esporte Copa do Brasil
 
Ricardo Nogueira/Folha Imagem

Com a contusão de Cleiton Xavier, Ivo segue como titular do meio-campo do Palmeiras ante Paysandu

31/03/2010 - 07h01

Palmeiras encara Paysandu para fugir do caos e seguir vivo na Copa do Brasil

Thales Calipo
Em São Paulo
  • Com a contusão de Cleiton Xavier, Ivo segue como titular do meio-campo do Palmeiras ante Paysandu

    Com a contusão de Cleiton Xavier, Ivo segue como titular do meio-campo do Palmeiras ante Paysandu

A gestão de Luiz Gonzaga Belluzzo enfrenta seu pior momento. Depois da decepcionante campanha no Brasileiro do ano passado, quando o time não conseguiu nem uma vaga na Copa Libertadores, neste ano a equipe foi eliminada precocemente do Campeonato Paulista e a crise ganhou grandes proporções. Nesta quarta-feira, o Palmeiras recebe o Paysandu no Palestra Itália, às 21h50 e, em caso de insucesso, além de perder a vaga para as oitavas de final da Copa do Brasil, o clube deve entrar no caos.

Nos últimos três dias, o Palmeiras foi abalado com duas bombas. Depois de o presidente palmeirense confirmar ter recebido balas de revólver dentro de envelopes, fato que se configura como uma ameaça de morte, a direção confirmou que o pagamento dos direitos de imagem dos atletas está atrasado há três meses.

A esse cenário soma-se a sempre passional e crítica torcida palmeirense. Os constantes insucessos fizeram as reclamações superarem a conhecida “Turma do Amendoim” e contagiar boa parcela dos torcedores. O resultado é a realização de manifestações do lado de fora do Palestra Itália e baixo público no lado de dentro do estádio.

“Existe o risco [de eliminação], pois vamos jogar contra uma equipe que vem com tudo. Por isso, temos de entrar determinado. Sabemos do risco que corremos, mas temos de partir desde o início em busca do gol para ficar mais tranquilo”, afirmou Robert.

Mesmo com todos os problemas extracampos e do respeito ao adversário, a situação do Palmeiras contra o Paysandu é confortável. Depois de vencer a primeira partida contra o adversário por 2 a 1, o time alviverde pode ser derrotado por 1 a 0 ou empatar que ficará com a vaga. Para os paraenses, a classificação acontecerá em vitórias por mais de dois gols ou, em caso de diferença mínima, a partir de 3 a 2.

Para este jogo, no entanto, o técnico Antonio Carlos Zago terá desfalques importantes. Cleiton Xavier sentiu uma contusão na coxa esquerda e está fora deste e dos próximos dois jogos do Campeonato Paulista. Ivo, que substituiu Diego Souza no último jogo do Estadual, permanece na equipe e terá a função de criar as jogadas ao lado do camisa 7 alviverde.

No ataque, o treinador palmeirense deve voltar a recorrer ao jovem Vinícius, de 16 anos, para formar dupla com Robert, já que o virtual titular, Éwerthon, não se recuperou de uma lesão na coxa. Pelo mesmo problema, Lincoln também não foi relacionado.

Em compensação, o zagueiro Danilo, poupado da última partida do Palmeiras, volta a jogar ao lado do Léo. Na lateral direita, Márcio Araújo deve ser improvisado, com Eduardo atuando pelo setor esquerdo. Edinho, que jogou na zaga durante o empate com o Mirassol, no último sábado, volta a ser volante.

Já no Paysandu, a grande esperança de gols é um velho conhecido dos palmeirenses. O veterano Didi, ex-Corinthians, jogará ao lado de Moisés no ataque do time paraense. Em contrapartida, o técnico Charles Guerreiro não poderá contar com o meia Fabrício. Para substituí-lo, o treinador mudou o esquema para o 3-5-2 e colocou o zagueiro Rogério Corrêa.

“Joguei muito dessa forma. No Atlético-PR, foi o esquema mais usado. Espero que dê certo nesse jogo. Muita gente pensa que jogar assim deixa o time mais defensivo, o que é um engano. A defesa fica sem um jogador e o meio-de-campo ganha mais um. Tudo depende de como os jogadores encaram a forma de joga”, afirmou Corrêa, segundo o jornal O Liberal.

PALMEIRAS X PAYSANDU
Data:
31/03/2010 (quarta-feira)
Horário: às 21h50 (horário de Brasília)
Transmissão na TV: Band e Sportv, para o estado de SP
Local: estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho Rodrigues (FIFA-RJ) e Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ)

Palmeiras
Marcos; Márcio Araújo, Léo, Danilo e Eduardo; Pierre, Edinho, Ivo e Diego Souza; Vinícius e Robert
Técnico: Antonio Carlos Zago

Paysandu
Alexandre Fávaro; Paulão, Leandro Camilo e Rogério Corrêa; Allax, Tácio, Sandro, Marquinhos e Zeziel; Moisés e Didi
Técnico: Charles Guerreiro

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host