Marcelo acena com mudanças e leva atleta da base para duelo com Santa Rita

Do UOL, em Belo Horizonte

O técnico Marcelo Oliveira ainda não definiu o time que enfrentará o Santa Rita, na próxima quarta-feira, às 19h30, no confronto de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, mas confirmou que promoverá mudanças na equipe e deve poupar alguns jogadores.

Um que não entrará em campo é o paraguaio Samudio. Ele irá viajar com o restante da delegação para Alagoas, mas não será titular. "O Samudio viaja, mas não joga. Ele é o nosso único lateral à disposição. Como ficou um tempo parado, vamos preservá-lo pelo desgaste", disse.

O paraguaio chegou a pedir dispensa da seleção paraguaia por ser a única opção para a posição. O titular Egídio sofreu uma fratura na mão no jogo contra o Goiás, na penúltima rodada do Brasileirão, e não tem condições de jogar.

O técnico ainda poderá deixar outros jogadores no banco, como o zagueiro Dedé, o volante Henrique, o lateral Mayke e o atacante Marcelo Moreno, que estão atuando frequentemente, já pensando no jogo contra o Fluminense, domingo, às 16h, no Maracanã, pelo Brasileirão.

O treinador ainda quer aproveitar a partida para testar e dar ritmo a alguns atletas que não vêm jogando e podem ser opções para os desfalques de Everton Ribeiro, Ricardo Goulart, que estão servindo a seleção brasileira, Lucas Silva e Alisson, que foram convocados para a seleção olímpica.

"Não defini o time ainda, mas as opções são o Marlone, o Neilton o Dagoberto, o Júlio Baptista" afirmou o treinador, que ainda vai esperar por uma avaliação médica de Dagoberto. O atacante deixou o último jogo sentindo dores e pode virar um desfalque.

Com muitos desfalques no setor ofensivo, já que não também não pode contar com Marquinhos, que já disputou a Copa do Brasil pelo Vitória, o treinador promoverá até mesmo o jovem Judivan, do time júnior. "Agregamos o Judivan, do juniores, ele treinou com a gente algumas vezes, deve viajar e ficar no banco", revelou.

Outro jogador que está no radar do comandante celeste é volante Bruno Edgard, que só não viajará por conta de uma lesão. "Não vou levá-lo porque está machucado. Mas é um jogador que tem muito futuro. Se não for utilizado este ano, ano que vem, com certeza, se estiver aqui ou não, vai ser utilizado, porque é um ótimo jogador", afirmou o treinador.

Os dois jovens têm sido monitorados pela comissão técnica durante os treinamentos que participam com o time profissional e também nas competições que disputam, como a Taça BH. Judivan deve subir em definitivo para o profissional na próxima temporada, assim como Bruno Edgard, também conhecido como Bruno Ramires pela semelhança no estilo de jogo com o ex-cruzeirense.

"O Judivan, na posição dele, têm vários jogadores, vamos utilizá-lo no banco e gradativamente vamos trazendo para conhecer o nosso ambiente. O Bruno, que também é conhecido como Ramires, tem muito futuro", acrescentou o treinador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos