Botafogo empata com Coruripe e avança na Copa BR para 261 torcedores

  • Diego Nigro/JC Imagem/AGIF

O Botafogo sofreu para avançar para a segunda fase da Copa do Brasil, mas conseguiu após eliminar o Coruripe-AL nesta quinta-feira, em Xerém. Após vencer por 1 a 0 no jogo de ida, o Alvinegro empatou por 1 a 1 no Rio de Janeiro e garantiu permanência na competição. Jo~]ao Paulo abriu o placar para os visitantes e Sassá deixou tudo igual para os donos da casa. O duelo contou com baixíssima presença de torcedores: apenas 261.

Na próxima fase, o Botafogo pega o Juazeirense na segunda fase da competição, ainda sem data definida. No domingo, o Alvinegro inicia contra o Vasco o primeiro dos dois jogos da final do Carioca, no Maracanã.


BOTAFOGO 1 X 1 CORURIPE-AL

Data e hora: 28/04/2016, quinta-feira, às 21h30 (horário de Brasília)
Local: Los Lários, em Xerém (RJ)
Árbitro: Wanderson Alves de Sousa
Auxiliares: Marconi Hebert Vieira e Felipe Alan Costa
Gols: João Paulo, aos 28min do primeiro tempo; Sassá, aos 21min do segundo tempo;
Cartões amarelos: Ferreira, Mazinho (COR) Jean e Bruno Silva (BOT)
Cartão vermelho: Bruno Silva (BOT)

BOTAFOGO
Helton Leite; Diego, Joel Carli, Igor Rabelo e Jean; Dierson (Rodrigo Lindoso), Fernandes, Lízio (Bruno Siva), e Yaca Nunez; Neílton e Luis Henrique (Sassá). Técnico: Ricardo Gomes

CORURIPE
Ferreira; Renato (Sadrak), Thiago Papel, Willames José e Igor (Roger); Jair, Mazinho, Thiago Lima e João Paulo; Ivan (Candinho) e Jr. Chicão. Técnico: Jaelson Marcelino
 

Fases do jgo

  • Primeiro tempoDiante da final do Campeonato Carioca, o Botafogo decidiu poupar os titulares. A julgar pelo desempenho na primeira etapa, a escolha não foi das mais inteligentes. Sem qualidade alguma, o Alvinegro foi inteiramente dominado pelo Coruripe-AL, que devolveu o placar do jogo de ia em poucos minutos. Jean cometeu pênalti infantil e viu João Paulo converter: 1 a 0. Com Lízio, Yaca Nunez, Neílton e Luis Henrique apagados, o Alvinegro teve apenas uma chance com o boliviano, que chutou para fora no último lance da etapa inicial.
  • Segundo tempoNo intervalo, o técnico Ricardo Gomes percebeu que precisava mudar para não passar vergonha. Sassá e Bruno Silva (esse um pouco mais tarde) entraram e melhoraram o time. Aos 21min, Yaca Nunez cruzou e a bola bateu na mão do zagueiro dentro da área. Pênalti bem convertido por Sassá, que voltou aos gramados após ficar seis meses fora por conta de lesão. No fim, Bruno Silva ainda recebeu o cartão vermelho e tornou o duelo indefinido já um gol daria a classificação ao time de Alagoas. Apesar da pressão final, os cariocas se seguraram e conseguiram a vaga

Melhores

  • Helton Leite, BotafogoFez ao menos duas grandes defesas que poderiam ter mudado a história do confronto. Botafogo deve classificação ao goleiro.
  • João Paulo, Coruripe-ALDeu trabalho à defesa do Botafogo durante os 90min. Mostrou qualidade em alguns lances da partida.

Piores

  • Jean, BotafogoMuito mal na partida, ainda cometeu um pênalti infantil. Deverá ter poucas oportunidades a té o fim da temporada já que Botafogo contratou Victor Luiz para a posição, além de contar com o titular Diogo.
  • Lízio, BotafogoUsou a camisa 10 e não fez absolutamente nada em campo a não ser perder um gol dentro da área. Foi substituído no início do segundo tempo.

Próximos Jogos - Botafogo

  1. Bahia BAH
    Botafogo BOT
  2. Botafogo BOT
    Flamengo FLA
  3. Botafogo BOT
    Grêmio GRE
  4. Botafogo BOT
    Santos SAN
  5. Grêmio GRE
    Botafogo BOT

UOL Cursos Online

Todos os cursos