'Mistão' do Santos tem vexame de 2009 como lição para evitar zebra na Vila

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Daniel Vorley/AGIF

    Elano é a principal novidade no 'reservão do Santos' que enfrenta seu xará do Amapá

    Elano é a principal novidade no 'reservão do Santos' que enfrenta seu xará do Amapá

O Santos entra em campo com o time reserva diante do Santos do Amapá, nesta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela partida de volta da primeira fase da Copa do Brasil. O adversário já mostrou no jogo de ida que não assusta, mas o problema é que a equipe reserva ou até mesmo o 'mistão' do técnico Dorival Júnior não é garantia de vitória.

Desde que Dorival voltou ao clube no ano passado, o Santos disputou seis jogos sem seus principais jogadores. Foram duas vitórias (5 a 1 no Atlético-PR, quando atuou sem quatro titulares na última rodada do Campeonato Brasileiro, e 2 a 1, contra o Audax, no Campeonato Paulista deste ano, quando jogou sem cinco titulares).

O time ainda perdeu duas partidas na reta final do Brasileirão atuando com o 'mistão' – diante de Coritiba e Vasco, quando entrou em campo sem sete titulares nas duas ocasiões. A equipe alternativa de Dorival ainda empatou por 1 a 1 com o São Paulo, sem cinco titulares, no Paulistão deste ano, e Santos do Amapá, na última quinta-feira, em Macapá, quando entrou somente com os reservas.

Nesta quinta, Dorival escalará uma equipe totalmente reserva (o goleiro Vanderlei deve ser o único titular em campo) e precisa apenas de um empate sem gols para evitar um vexame na temporada. Vexame, aliás, que ocorreu em 2009, quando o então técnico do Santos, Vagner Mancini escalou o time 'misto' e foi eliminado pelo CSA, de Alagoas, em plena Vila Belmiro.  

Na ocasião, o Santos de Mancini havia empatado o primeiro jogo por 0 a 0, mas foi eliminado ao perder a partida de volta por 1 a 0 na Vila, com gol de Júnior Amorim.

Como iniciaria quatro dias depois as finais do Campeonato Paulista contra o Corinthians de Ronaldo Fenômeno, Mancini optou por escalar um time misto e poupou seus principais jogadores. Com a derrota parcial durante o segundo jogo diante do CSA, o treinador ainda colocou Kleber Pereira e Paulo Henrique Ganso no segundo tempo, mas não conseguiu o resultado para a classificação.

Após perder a decisão do Paulista, a diretoria santista levou em conta a decisão de Mancini em poupar os titulares na Copa do Brasil e demitiu o treinador.

O meia Elano será a principal novidade em relação ao time reserva que empatou por 1 a 1 no jogo de ida, em Macapá. Líder fora de campo desde o ano passado e quase não aproveitado no time principal, o meia terá a chance de impor sua liderança dentro das 'quatro linhas'.

No total, são três mudanças no time reserva. Elano, Ronaldo Mendes e Igor, lateral do sub 20, entram nas vagas de Serginho, Leandrinho e Léo Cittadini, este último lesionado. Lucas Lima e Gabriel serão os únicos titulares a disposição no banco de reservas e só entrarão em campo caso o Santos tenha a classificação ameaçada.

"Para mim vai ser uma alegria poder jogar. Minha vida inteira foi assim. Encaro com muita responsabilidade, mas como digo: cada um tem suas responsabilidades em campo. Claro que se puder ajudar vou ajudar, mas tenho de fazer a minha primeiro para depois colaborar. Tenho certeza de que vai ser um grande jogo. Temos de encarar como uma decisão", afirmou Elano.

"Nem penso em desclassificação. Há essa hipótese porque faz parte do regulamento, tem outra equipe, mas seria uma coisa muito triste para nós. Porque é uma oportunidade e não podemos deixar isso acontecer de maneira alguma", completou.

Enquanto os reservas disputam uma vaga na segunda fase da Copa do Brasil, a equipe principal, de Gabigol, Ricardo Oliveira, Lucas Lima e companhia, trabalha visando o primeiro jogo da final do Campeonato Paulista, diante do Audax, neste domingo, às 16h (de Brasília), no estádio José Liberatti, em Osasco.

Santos x Santos do Amapá
 
Data e horário: 28/04/2016, às 21h30 (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos-SP
Árbitro: William Machado Steffen (SC)
Auxiliares: Gabriel Conti Viana e Diogo Carvalho Silva (ambos do RJ)
 
Santos: Vanderlei; Igor, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe, Caju; Alison, Rafael Longuine, Elano, Ronaldo Mendes, Paulinho; Joel.
Técnico: Dorival Júnior. 
 
Santos do Amapá: Zé Maria; Cavalo, Dedé, Jari e Batata; Pretão, Lessandro, Renatinho e Rafinha; e Fabinho e Armando Maranhão.
Técnico: Romeu Figueira. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos