Vasco pega CRB na Copa do Brasil em palco de barbárie da final do Alagoano

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

Após as festividades pela conquista do bicampeonato carioca, o Vasco volta a campo nesta quarta-feira para enfrentar o CRB, às 21h45, pela segunda fase da Copa do Brasil. O duelo acontecerá no estádio Rei Pelé, que foi palco da barbárie entre as torcidas do próprio CRB e de seu rival, o CSA, na final do Campeonato Alagoano.

Os vândalos entraram em confronto generalizado dentro do gramado logo após o apito final e proporcionaram cenas de linchamento e de tentativas de homicídio. Por conta do episódio lamentável, cogitou-se a possibilidade de a partida desta noite ter seu local alterado. No entanto, a federação alagoana preferiu manter o jogo no estádio e garantiu que todos os reparos serão feitos antes do compromisso. Vale ressaltar que muitas cadeiras foram arrancadas e portas e utensílios de acesso foram danificados.

O Ministério Público, por sua vez, decretou que somente os torcedores do Vasco poderão ingressar uniformizados. Advogados do CRB, no entanto, ainda tentam revogar tal decisão.

A delegação cruzmaltina desembarcou em Maceió no início da noite desta terça-feira e foi recepcionada por cerca de 150 pessoas que, aos gritos, saudou os jogadores com o canto de "bicampeão". O meia Nenê foi o mais assediado e parou para atender e tirar fotos.

Vale lembrar que no domingo o CRB também tornou-se bicampeão estadual. Desejando utilizar sua força máxima, o técnico Jorginho ainda não sabe se poderá contar com o goleiro Martín Silva e o zagueiro Luan, que deixaram a final do Carioca com dores musculares. Ambos, porém, viajaram.

Sobre os episódios de violência, o treinador lamentou. "É ressaltar a tristeza pelo rapaz agredido por mais de 20 torcedores no Rei Pelé. Precisamos respeitar o próximo. Mas confio na CBF".

De acordo com o regulamento da Copa do Brasil, o Vasco garantirá a vaga automaticamente para a segunda fase caso vença por dois ou mais gols de diferença. O time está invicto há 25 jogos.

Torcedores e gandulas são presos

A Polícia de Alagoas prendeu na segunda-feira quatro pessoas acusadas de participarem de briga durante o clássico CSA x CRB, ocorrida no domingo, em Maceió. O gandula Wilson Ferreira dos Santos e os torcedores Joseph Pereira, Artur Almeida e Flávio Gouveia ficarão detidos na Casa de Custódia.

Além dos 4 envolvidos na pancadaria, a polícia havia prendido outros dois torcedores: Artur Amorim e David Oliveira, ambos com antecedentes criminais.

A Secretaria de Segurança Pública de Alagoas recomenda o fim das torcidas organizadas em jogos no Estado.

Dois torcedores se feriram na batalha campal. Mas ambos já receberam alta hospitalar. Um deles é o menor N. S., de 17 anos, que apresentou ferimentos no crânio e que foi submetido a cirurgia no maxilar.

CRB x VASCO
Local:
Rei Pele, Maceió (AL)
Data e hora: 11 de maio de 2016, às 21h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Cleisson Veloso Pereira (MG)
Auxiliares: Felipe Souza Leal (MG) e Magno Arantes Lima (MG)

CRB
Juliano, Bocão, Audálio, Gabriel e Diego; Olívio, Somália, Rivaldo e Marcos Aurélio; Luidy e Lúcio Maranhão
Técnico: Mazola Júnior

Vasco
Martín Silva (Jordi), Madson, Luan (Rafael Vaz), Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Riascos
Técnico: Jorginho
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos