Flu recebe Ferroviária e tenta evitar sexto vexame na Copa do Brasil

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.

O Fluminense entra em campo nesta quinta-feira, às 21h30, diante da Ferroviária, em Volta Redonda, com uma missão clara. Evitar o sexto vexame da equipe na história da Copa do Brasil. Isso porque em outras cinco oportunidades, o Tricolor decepcionou e acabou eliminado antes mesmo de chegar às oitavas de final.

O primeiro grande vexame ocorreu em 1994, quando foi eliminado pelo Linhares ainda na primeira fase. Em seguida foram três anos seguidos de decepção: 97, 98 e 99, Ceará (segunda fase), Paraná (primeira fase) e Juventude (segunda fase). A última ocorreu em 2014. Na oportunidade, caiu para o América-RN na terceira fase.

No duelo desta quinta-feira, o Fluminense terá uma missão complicada, após empatar por 3 a 3 com a Ferroviária, em Araraquara, no interior de São Paulo. Na primeira partida, o Tricolor abriu 2 a 0 e viu o adversário reagir mesmo com um a menos em campo: virou para 3 a 2. Os cariocas ainda conseguiram empatar e minimizar o estrago.

Para avançar, o Fluminense pode empatar até 2 a 2. Mesmo resultado do primeiro jogo, a vaga é decidida nos pênaltis. A Ferroviária, por sua vez, avança com empate a partir de quatro gols ou qualquer vitória. Evidentemente que o Tricolor é o favorito, mas a forma surpreendente dos fatos na quarta passada fez o clube das Laranjeiras ligar o sinal de alerta.

''A vantagem [do empate] pode ser ainda melhor durante o jogo. Mas não podemos ter medo de atacar. Essas coisas têm influência no placar. O time tem de procurar jogar. Eu me sinto bem quando o time joga bem. O resultado é uma consequência'', disse o técnico Levir Culpi.

''A Ferroviária iniciou bem o Paulista com um técnico português [Sérgio Vieira]. Ele fez o que fazem na Europa. O time joga encurtado, marcando pressão, sem medo. Pode equilibrar qualquer situação. Um jogo rápido e traiçoeiro. É questão de furar a linha. Acho que já tivemos diferenças maiores há algum tempo. Existiam mais craques. Hoje está mais nivelado. Temos que tomar cuidado'', completou o treinador do Flu.

Para o duelo, o Tricolor terá algumas mudanças. Com Gerson perto de sua ida para a Roma, o treinador mexeu na equipe e sacou o jogador do time titular. Quem ganhou a vaga foi Richarlison, que fará sua estreia pelo Fluminense, após custar R$ 10 milhões para os cofres do clube em transação junto ao América-MG.

Além disso, Edson substituirá Pierre, sem condições de jogo por conta de uma lesão na panturrilha direita. Outra alteração é na lateral esquerda. Wellington Silva volta para a direita e barra Jonathan. Giovanni, antes preterido, volta ao time titular.

FLUMINENSE X FERROVIÁRIA-SP

Data e hora: 12/05/2016, quinta-feira, às 21h30 (horário de Brasília)
Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Auxiliares: Celso Luiz da Silva e Marconi Helbert Vieira (MG)

FLUMINENSE
Diego Cavalieri; Wellington Silva, Gum, Henrique e Giovani; Edson, Cícero, Gustavo Scarpa, Osvaldo, Richarlison e Fred. Técnico: Levir Culpi.

FERROVIÁRIA
Alexandre Cajuru (Matheus); Renan, Luan, Marcão e Sávio; Juninho, Rafael Miranda e Wéscley; Danielzinho, João Paulo e Tiago Marques. Técnico: Antônio Picoli

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos