Coritiba empata com Juventude, é eliminado e ouve gritos de 'vergonha'

Do UOL, em São Paulo

O Juventude continua vivo na Copa do Brasil. Vice-campeão gaúcho, o time comandado por Antônio Carlos – que hoje, suspenso, deu lugar a Galeano no banco de reservas – garantiu a vaga para a terceira fase ao empatar com o Coritiba por 2 a 2 na noite desta quarta-feira, no Couto Pereira. Como havia vencido por 1 a 0 em Caxias do Sul, conseguiu a classificação.

A torcida alviverde perdeu a paciência com o Coritiba e soltou gritos de 'vergonha' depois que o Juventude fez o segundo gol, bem no momento em que o time paranaense buscava mais um para alcançar a classificação.

O adversário do Juventude na próxima fase será definido apenas no dia 6 de julho, quando Paysandu e Operário-PR fazem o jogo de volta na Curuzu – o time paranaense venceu a primeira partida por 1 a 0.

O primeiro gol da partida saiu antes mesmo dos dez minutos. Aos 7min, Douglas derrubou o gringo César González dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Kléber cobrou com categoria no canto esquerdo do goleiro e marcou o seu 15º gol na temporada de 2016 – em 15 jogos.

Coritiba e Juventude intercalaram bons e maus momentos e até criaram chances para mexer de novo no placar (Wilson e Douglas trabalharam bastante) ainda no primeiro tempo, mas foi só no segundo que a rede balançou novamente no Couto Pereira, e pelos visitantes.

Aos 30min, em rápido contra-ataque, Vidal foi lançado pela direita e cruzou rasteiro para Roberson, que finalizou de primeira, cruzado, e mandou para as redes. Com o 1 a 1, o Coritiba passou a precisar de dois gols para evitar a eliminação. Conseguiu um, nos acréscimos, com Alan Santos, mas aos 49min viu Sananduva marcar e confirmar a vaga do Juventude.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos