Jogadores criticam postura da torcida em novo tropeço do Flu

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Mailson Santana/Fluminense

O Fluminense teve atuação pífia nesta quarta-feira e só empatou por 1 a 1 com o Ypiranga-RS, em Volta Redonda. Mesmo assim, alguns jogadores decidiram criticar a torcida, que passou grande parte do jogo protestando contra o time. Segundo os atletas, o que ocorreu não ajuda nada e coloca ainda mais pressão em alguns atletas.

Osvaldo foi um deles. O atacante disse que "torcedor que é torcedor apoia mesmo nas horas difíceis". Para ele, as vaias e gritos de ordem durante os jogos apenas prejudicam o time de maneira geral.

"Ruim. Não conseguimos vencer o Ypiranga. Não fizemos o que era ara fazer. Torcida veio ver o jogo em tom de protesto e não apoiou em nenhum momento. Torcedor que é torcedor apoia mesmo as horas difíceis. Vamos dar a volta por cima e colocar o Flu onde deve estar", disse Osvaldo.

Ainda que mais contido, Jonathan seguiu o mesmo caminho. Para o lateral direito a reação da torcida é explicável, mas ele diz que os tricolores precisam ter mais paciência com atletas e diretoria. Segundo o jogador, o Fluminense faz o melhor que pode e que a fase não é tão ruim como dizem.

"O resultado que não é o queríamos. Futebol está nivelado. Entendemos a pressão, mas estamos a 4 pontos do G4 no Brasileiro. Contra time grande é assim. Tiveram uma chance, fizeram o gol e colocaram pressão na gente. A pressão existe, mas não pode ser colocada maior do que realmente é. Torcida tem que entender. O Fluminense tenta se reforçar, mas os melhores jogadores são caros e a torcida precisa ter paciência. O apoio é mais importante que a crítica deles agora", afirmou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos