Sem trio olímpico e artilheiro, Santos só empata com Gama na Copa do Brasil

Do UOL, em Santos (SP)

O Santos sentiu a ausência de Gabigol, Thiago Maia e Zeca, que defendem a seleção olímpica, além de Ricardo Oliveira e Renato, poupados, e apenas empatou sem gols com o Gama-DF, nesta quarta-feira, no estádio Bezerrão, em Brasília, em jogo válido pela terceira fase da Copa do Brasil. Os substitutos, Copete e companhia, tiveram atuações apagadas e quase não criaram jogadas de perigo contra os donos da casa. 

Agora, Santos e Gama decidem a vaga para as oitavas de final na Copa do Brasil na próxima quarta-feira, dia 27, na Vila Belmiro.

Antes disso, a equipe santista enfrenta o Vitória, neste domingo, às 18h30 (de Brasília), no estádio Barradão, em Salvador, em duelo válido pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Léo Cittadini surpreende como 'novo Renato' no meio-campo do Santos

A torcida santista esperava que Lucas Lima, Copete e até Rodrigão se destacassem no jogo, mas foi o jovem Léo Cittadini o melhor jogador em campo do Santos. Além de não comprometer na marcação como volante, ele apoiou o ataque com bons dribles, passes e lançamentos. Em uma jogada individual, o meia driblou dois marcadores e deixou Rodrigão na frente do goleiro, mas o centroavante errou a finalização.

Sumido em campo, Vitor Bueno é substituto no início do 2º tempo

O meia-atacante Vitor Bueno pouco tocou na bola e foi substituído por Paulinho no início do segundo tempo. Dorival até inverteu o lado de campo do meia, mas sem sucesso. Vitor Bueno continuou preso a marcação e prejudicou o ataque santista.

'Estela solitária', Lucas Lima decepciona em Brasília

O meia Lucas Lima foi praticamente a única estrela santista em campo, já que Gabigol defende a seleção brasileira e Ricardo Oliveira foi poupado por Dorival Júnior. Sem seus principais companheiros (além de Thiago Maia e Zeca), o camisa 20 teve atuação discreta e ainda perdeu um gol incrível. Sem marcação, na frente do goleiro, Lucas Lima finalizou em cima do goleiro Maringá.  

Santistas não se entendem em campo e pecam nas finalizações

O Santos sentiu falar do trio de atletas que defendem a seleção olímpica – Zeca, Thiago e, principalmente, Gabigol. Os substitutos tiveram participações apagadas e, assim como Gama, demonstraram falta de entrosamento. Além disso, o substituto de Ricardo Oliveira, poupado, o centroavante Rodrigão, não esteve em uma grande noite. O atacante perdeu um gol incrível no primeiro tempo após passe de Léo Cittadini e ainda se precipitou em outras finalizações. Na segunda etapa, foi a vez de Lucas Lima desperdiçar um gol na frente do goleiro.

Gama expõe desentrosamento e abusa de 'chuveirinhos na área'  

O time do Gama não entrava em campo há mais de um mês e, por isso, demonstrou desentrosamento no duelo contra o Santos. O time de Brasília só assustou em cruzamentos e chutes de fora, além de erros individuais do sistema defensivo da equipe santista.

Confusão nas arquibancadas

SporTV/Reprodução

Logo depois da partida, torcedores do Gama entraram em confronto nas arquibancadas do Bezerrão. Dois sinalizadores chegaram a ser atirados no gramado. A polícia precisou intervir para conter a confusão. 

Ficha técnica - Gama-DF 0 x 0 Santos

Data e horário: 20 de julho, às 21h45 (de Brasília)

Local: Estádio Bezerrão, no Gama (DF)

Árbitro: Adriano Milczvski (PR)

Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Luciano Roggenbaum (ambos PR)

Público: 12.066

Gama: Maringa, Dudu Gago, Pedrão, Murilo, Eduardo, Felipe Assis, David, Michel Pires, Roberto, Jeferson Paulista (Ítalo) e Baiano (Marlon). Técnico: Reinaldo Gueldini.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique, Caju; Yuri, Leo Cittadini (Vecchio), Vitor Bueno (Paulinho), Lucas Lima, Copete; Rodrigão (Joel). Técnico: Dorival Júnior.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos