Sem Nenê, Andrezinho e Pikachu garantem vaga do Vasco na Copa do Brasil

Do UOL, no Rio de Janeiro

Com a ausência de seu principal jogador, o camisa 10 Nenê, coube a Andrezinho e Pikachu chamarem a responsabilidade e, fora de casa, garantirem a classificação do Vasco na Copa do Brasil sobre o Santa Cruz ao vencer a partida no estádio do Arruda, nesta quarta-feira, por 3 a 2.

No jogo de ida, em São Januário, cariocas e pernambucanos haviam empatado em 1 a 1 e o Tricolor jogava pelo 0 a 0 para ficar com a vaga.

Nas oitavas de final, o Vasco conhecerá seu adversário após sorteio realizado pela CBF com data a ser definida. Já o Santa Cruz, que foi campeão da Copa do Nordeste, disputará a Copa Sul-Americana.

ANDREZINHO MAESTRO

Andrezinho começou o jogo um pouco tímido. Muito marcado, ele pouco apareceu nos primeiros minutos de jogo, mas ganhou confiança a partir do fim do primeiro tempo. Na etapa final, chamou a responsabilidade e criou as principais jogadas do Vasco. Em seu gol, começou o lance e concluiu com a categoria que lhe é peculiar. Já no terceiro, fez um lançamento maestral para Jorge Henrique.

SEM JOGADA PERDIDA

O segundo gol do Vasco foi fruto da raça do jovem Evander. O meia, de apenas 18 anos, recebeu um lançamento que muitos nem correriam atrás da bola para alcançá-la. A própria defesa do Santa Cruz não pareceu acreditar, mas o garoto conseguiu chegar até ela, cruzou para trás e Yago Pikachu fez uma bela conclusão, estufando a rede.

ACIDENTE

Clelio Tomaz/AGIF

Um torcedor do Vasco caiu em fosso do estádio do Arruda, no Recife, na noite desta quarta-feira (20), pouco antes do início da partida da equipe carioca contra o Santa Cruz.

O rapaz foi atendido prontamente pelo Corpo de Bombeiros e conduzido consciente ao Hospital da Restauração, para passar por avaliação. De acordo com informações das rádios locais, o estado dele é estável.

NENÊ FORA

Principal jogador do Vasco, Nenê sofreu um estiramento na coxa direita no treino do último sábado e foi desfalque na partida desta quarta-feira. Ele completou 35 anos na última terça.

OPINIÃO: ANDRÉ ROCHA

Mesmo oscilando mais que o esperado em uma disputa que parecia mera formalidade, o Vasco vai subir e o título é mais que provável. Pela continuidade de Jorginho, pela melhor estrutura, maior capacidade de investimento e, claro, a camisa pesada que faz diferença quando o trabalho é bem feito.

SANTA CRUZ 2 X 3 VASCO
Local:
Estádio do Arruda, em Recife (PE)
Hora: 21h45
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Auxiliares: Marcus Vinicius Gomes (MG) e Flávio Gomes Barroca (RN)
Renda e público: R$ 132.525,00 / 14.264 pessoas presentes
Cartões amarelos: Vitor, Neris, Keno, Marcinho (STA); Marcelo Mattos, Diguinho (VAS)
Cartões vermelhos: Derley (STA)
Gols: Andrezinho, aos 7 minutos do segundo tempo (VAS); Yago Pikachu, aos 19 minutos do segundo tempo (VAS); Keno, aos 23 minutos do segundo tempo (STA)

SANTA CRUZ
Tiago Cardoso; Vítor, Neris (João Paulo), Danny Morais e Tiago Costa; Derley, Wellington, Derley, Marcílio (Arthur), e Leandrinho (Marcinho); Keno e Bruno Moraes.
Técnico: Milton Mendes


VASCO
Martín Silva, Madson, Jomar, Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos (Diguinho), Yago Pikachu (Julio dos Santos), Andrezinho e Evander (William); Jorge Henrique e Thalles
Técnico: Jorginho

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos