Walter desencanta com novo nº, Atlético-PR empata na Arena Condá e avança

Do UOL, em São Paulo

  • Gustavo Oliveira/Site Oficial do Atlético-PR

    Walter comemora gol do Atlético-PR diante da Chapecoense

    Walter comemora gol do Atlético-PR diante da Chapecoense

Bem no Brasileiro, e bem na Copa do Brasil. Esse é o atual Atlético-PR, time quinto colocado no campeonato de pontos corridos e que na noite desta quarta-feira garantiu uma vaga nas oitavas de final do torneio de mata-mata ao empatar por 1 a 1 com a Chapecoense na Arena Condá – os times haviam empatado sem gols o duelo de ida, na Arena da Baixada.

O Atlético-PR saiu atrás logo aos 4min após uma falha de Weverton. Mas Walter, que recentemente trocou o número de sua camisa (18 por 19), fez o seu terceiro gol na temporada e colocou o time rubro-negro na próxima fase do torneio nacional.

O adversário do Atlético-PR nas oitavas de final será definido através de um sorteio que acontece no dia 2 de agosto.

O time comandado por Paulo Autuori volta a campo já no próximo sábado, quando visita o Sport na Ilha do Retiro, às 18h30 (de Brasília), pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já a equipe de Caio Júnior joga um dia depois, às 11h, contra o São Paulo, no Morumbi.

Gol, finamente... Mas com falha

Eram mais de 270 minutos sem gols nos últimos três confrontos entre Atlético-PR x Chapecoense: dois na Arena Condá, pelo Brasileiro de 2015 e de 2016, e a partida de ida pela Copa do Brasil, em Curitiba. Nesta quarta-feira, porém, a rede finalmente voltou a ser balançada, após uma falha feia de Weverton que saltou antes e aceitou um chute fraco de Lucas Gomes, que mesmo pegando mal na bola de dentro da área abriu o placar aos 4min.

Walter desencanta. Valeu a superstição?

Na última sexta-feira, Walter anunciou em entrevista coletiva que trocaria o número de sua camisa: sai o 18, entra o 19. E a mudança parece ter dado certo. No domingo, deu assistência para o único gol da vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense. Já nesta quarta-feira, Walter marcou um golaço ao dominar cruzamento dentro da área e soltar a bomba para garantir o Atlético-PR nas oitavas de final da Copa do Brasil. Foi apenas o terceiro gol na temporada do atacante, que não balançava as redes desde 15 de junho, na derrota por 3 a 2 para a Ponte Preta.

"18 é uma camisa que eu vou guardar para toda minha vida. Só aqui no Atlético-PR eu vou usar essa 19, mas se eu sair daqui eu volto a usar a 18 em outro time", disse o misterioso Walter, que depois falou sobre a importância do gol marcado. "No momento certo sempre saiu o gol. Na final contra o Coritiba, precisava fazer o gol e fiz. E hoje ajudei o time a passar de fase", completou.

Saída 'à la Barça' arranca aplausos da torcida

Mesmo com o time empatando (por 1 a 1) e sendo desclassificado da competição, a torcida da Chapecoense não deixou de aplaudir a equipe depois de uma jogada aos 29min do segundo tempo. Mesmo com o Atlético-PR apertando em seu campo de ataque, a Chapecoense (incluindo o goleiro Danilo) conseguiu uma ótima troca de passes na defesa e saiu jogando bonito pela esquerda, arrancando muitas palmas de seus aficionados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos