Força em casa é um dos motivos do sucesso de Marcelo na Copa do Brasil

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Alexandre Schneider/Getty Images

    Marcelo Oliveira foi campeão da Copa do Brasil pelo Palmeiras

    Marcelo Oliveira foi campeão da Copa do Brasil pelo Palmeiras

Nesta quarta-feira o Atlético-MG inicia a caminhada em mais uma Copa do Brasil. Ao lado do Vitória, a equipe mineira é que mais disputou o torneio nacional. Em 2016 o time alvinegro vai participar pela 26ª vez em 27 edições da competição. Campeão em 2014, o Atlético tem no banco de reservas um técnico que sabe muito bem como jogar a Copa do Brasil.

Atual campeão, com o Palmeiras, Marcelo Oliveira esteve presente em quatro das últimas cinco finais. Embora tenha conquistado apenas o título do ano passado, nenhum outro treinador tem uma sequência tão grande de finais como tem o comandante atleticano. Luiz Felipe Scolari disputou cinco decisões e venceu quatro vezes, mas com uma diferença de 21 anos entre a primeira (1991) e a última (2012).

O adversário do Atlético nas oitavas de final é a Ponte Preta. Confronto inédito se tratando de Copa do Brasil. O primeiro jogo está marcado para o Mineirão, nesta quarta-feira, às 21h45. O que é um grande trunfo na história recente de Marcelo Oliveira na competição. Entre 2011 e 2015, Marcelo Oliveira disputou 48 partidas pela Copa do Brasil, sendo 23 como mandante, com apenas uma derrota.

Curiosamente, o único revés como local para o Atlético, na decisão de 2014. Então treinador do Cruzeiro, Marcelo Oliveira estava na terceira decisão em quatro anos e ficou sem o título novamente, assim como em 2011 e 2012, quando treinava o Coritiba e perdeu as decisões para Vasco e Palmeiras, respectivamente.

Em 2014, na primeira decisão nacional do futebol mineiro, o Cruzeiro de Marcelo Oliveira precisava reverter a vantagem do rival, que venceu por 2 a 0 na partida de ida, realizada no Estádio Independência. No Mineirão, com maioria de torcedores cruzeirenses, o Atlético venceu mais uma vez, por 1 a 0, com gol de Diego Tardelli. Partida que valeu o primeiro título do clube alvinegro no torneio e marcou a única derrota de Marcelo como mandante em cinco edições da Copa do Brasil.

Embora esteja na vice-liderança do Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil não vai ser colocada de lado pelo Atlético. O desejo do treinador é fazer mais uma grande campanha no torneio que se tornou especialista. Levar o Atlético longe na Copa do Brasil é uma das metas de Marcelo Oliveira. Por isso, o técnico vai avaliar a situação do elenco após o jogo com o Atlético-PR para escalar o que tem de melhor. 

"Sem dúvidas, é um exercício quase que diário do departamento técnico, físico e fisiológico. Ontem mesmo, eu tive que mudar o treinamento em função de uma orientação do departamento fisiológico. Nesse período de jogos intensos, a gente tem que estar com orientação e recomendações. E precisamos usar as melhores opções para os jogos", afirmou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos