Alvo de vaias, Carlinhos nega provocação à torcida: "Não falei nada demais"

Do UOL, em São Paulo

Depois de dar assistência para o gol do São Paulo na derrota para o Juventude, o lateral Carlinhos se dirigiu para a torcida e pediu apoio. O gesto irritou os torcedores, que passaram a vaiar o jogador durante todo o duelo, que acabou em vitória gaúcha por 2 a 1, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

"Hoje não fizemos uma boa partida e isso reflete na arquibancada. Foi uma reação que eu pedi mais apoio, não falei nada demais com o torcedor. Na hora, você está com a cabeça quente e pode até falar alguma coisa que pode atingir alguém, mas não é essa intenção", justificou à "Globo".

Depois da derrota para o Juventude, a torcida voltou a protestar contra Carlinhos. Durante o duelo, o gerente de futebol, Gustavo Vieira de Oliveira, também já havia sido alvo dos torcedores presentes no Morumbi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos