Destaque da goleada com dois gols, Ábila queria ter rendido mais em campo

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Pedro Vilela/Light Press/Cruzeiro

    Argentino marcou dois diante do Bota, mas lamentou chances perdidas

    Argentino marcou dois diante do Bota, mas lamentou chances perdidas

O argentino Ramón Ábila continua mostrando seu faro de gols no ataque do Cruzeiro. Nesta noite de quinta-feira, o jogador foi o principal nome do time mineiro na goleada por 5 a 2 diante do Botafogo, pela Copa do Brasil. Com dois gols, o camisa 50 marcou pela oitava vez em dez jogos com a camisa estrelada.

"Acho que o jogo colaborou para a gente ter tantas oportunidades, fomos melhores que o Botafogo, bem superiores e mostramos isso com o resultado", comentou.

Mas engana-se quem pensa que os dois gols deixaram o argentino 100% satisfeito com seu desempenho em campo. Ao ser questionado sobre sua apresentação, o atacante comemorou a ótima vitória mineira, mas mostrou insatisfação com as oportunidades perdidas.

"Eu trabalho todo dia para ser o melhor e não tolero ficar sem fazer gol. Nosso time deposita muita confiança em mim, não posso errar, não posso vacilar. Então é trabalhar ainda mais para não errar nestes momentos difíceis", comentou o atacante, referindo-se ao lance no início da etapa final, quando esteve cara a cara com Sidão, mas desperdiçou a jogada ao tentar uma cavadinha para encobrir o goleiro.

Sem tirar os pés do chão, o atacante também não se iludiu com a vitória e garantiu que a vantagem, embora muito grande, ainda não deixa o clube totalmente classificado para a próxima fase.

"Faltam 90 minutos, tem jogo pela frente, eles trabalham muito para destruir a nossa equipe. Então tem de ter mais respeito com o adversário e trabalhar forte", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos