Torcida xinga jogadores do Botafogo após goleada e Camilo pede desculpas

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Vitor Silva /Botafogo.com.br

    Torcida do Botafogo ficou na bronca com os jogadores, principalmente Renan Fonseca

    Torcida do Botafogo ficou na bronca com os jogadores, principalmente Renan Fonseca

Os pouco mais de 4 mil alvinegros que compareceram à Arena da Ilha, nesta quinta-feira, ficaram furiosos com a atuação do Botafogo, que foi goleado por 5 a 2 para o Cruzeiro e ficou em situação delicadíssima nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Antes mesmo do fim da partida, os jogadores foram muito vaiados e xingados. O principal alvo foi o zagueiro Renan Fonseca, que falhou ao cometer um pênalti bobo no primeiro tempo e precisou deixar o campo protegido pelos companheiros.

O camisa 10 Camilo admitiu o desempenho ruim e pediu desculpa aos torcedores.

"Tem que jogar com inteligência. Foi um jogo estranho, para esquecer. Temos que pedir desculpas ao torcedor", declarou à Rádio Globo.

O volante Bruno Silva preferiu não se alongar nas palavras:

"Não adianta falar agora para não se complicar".

Outro bastante criticado pelos torcedores foi o também zagueiro Emerson, que cometeu um gol contra. Ele assumiu a responsabilidade.

"Foi um lance muito rápido, essa bola é muito difícil. Eu assumo a responsabilidade. Jogador que está em clube grande não pode errar. A gente trabalha bastante essa bola. Agora é corrigir. Temos um bom time para fazer um bom jogo lá", declarou.

O único poupado da ira dos alvinegros foi o atacante Sassá, que teve seu nome cantado durante o jogo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos