Corinthians elimina Fluminense, vai às quartas da Copa BR e ameniza crise

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

O Corinthians conseguiu um respiro para sair da crise. Com o placar de 1 a 0, a equipe paulista eliminou o Fluminense nesta quarta-feira (21), em Itaquera, e passou das oitavas de final da Copa do Brasil depois do empate por 1 a 1 na ida. O gol foi feito por Rodriguinho. O adversário da próxima fase será definido em sorteio nesta sexta-feira (veja quem também avançou).

O detalhe é que o time carioca teve três gols anulados. Dois deles no primeiro tempo e um terceiro com Marcos Junior, no segundo tempo. Vale destacar que as imagens da televisão mostraram que o árbitro Rodolpho Toski Marques e seus auxiliares acertaram nas decisões. Os tricolores ainda reclamam de dois pênaltis não marcados em Cícero e Richarlisson.

O resultado acalma os corintianos, que vivem uma semana conturbada desde sábado, após a derrota por 2 a 0 para o Palmeiras que resultou na demissão do técnico Cristóvão Borges. Horas antes de bola rolar, inclusive, torcedores foram à sede social alvinegra para novo protesto.

Primeiro tempo frio

Como se não bastasse o frio na Arena em Itaquera, o primeiro tempo apresentou um nível técnico fraco, com as equipes criando bem pouco. O Fluminense balançou as redes duas vezes do Corinthians, com jogadas aéreas, mas em ambas as ocasiões o auxiliar marcou impedimento. Pelos donos da casa, o único "uh" vindo da torcida também veio de cruzamento, com Balbuena cabeceando bola à esquerda do goleiro.

Fluminense tem terceiro gol anulado

Levir Culpi resolveu mudar o seu ataque em busca de um gol que daria a classificação às quartas de final. O técnico tirou Wellington e colocou Richarlison e deu certo. A equipe carioca passou a dominar o jogo, especialmente atuando pelas duas pontas. Em uma delas, chegou a balançar as redes com Marcos Júnior, mas a arbitragem flagrou novamente um impedimento.

Primeira chance corintiana aos 21 minutos

Depois de ser muito pressionado no início do segundo tempo e de não criar boa chance no primeiro tempo, o Corinthians resolveu dominar o Fluminense durante 10 minutos. Dos 20 aos 30 minutos, a equipe alvinegra teve quatro boas chances. Em duas delas, Júlio César conseguiu parar Romero e Marlone. Em outra, Arana driblou três adversários, mas errou na hora de finalizar. O único que conseguiu balançar as redes foi Rodriguinho, que recebeu passe de Giovanni Augusto e abriu o placar.

Fluminense fica com um a menos

Aos 40 minutos do segundo tempo, a situação do Fluminense ficou ainda mais difícil. Depois de cometer falta em Fagner, Marquinho começou a reclamar com o árbitro Rodolpho Toski Marques e levou cartão amarelo. Mesmo assim, o meia seguiu gesticulando e viu o segundo cartão, sendo expulso de campo.

Carille quase não senta

Rubens Cavallari/Folhapress

Fábio Carille fez duas grandes mudanças em relação ao trabalho de Cristóvão. Apesar de manter o esquema usado algumas vezes pelo ex-técnico, ele optou por colocar Cristian e Lucca na reserva. Durante o jogo, o técnico quase não saía da beira do campo e não parava de orientar seus jogadores. Em todo momento, também conversava com seus companheiros por novas opções.

Ousadia e alegria

O primeiro tempo teve pouco para atrair a atenção do torcedor. O lance mais plástico da partida, curiosamente, partiu dos pés de Júlio César. O goleiro recebeu passe e não deu o tradicional chutão para se livrar da bola. Ele preferiu dar bonito drible e deixar Romero na saudade.

Público baixo e restaurante fechado

A Arena Corinthians recebeu o segundo pior público de sua história: 20.614 pagantes. Conhecida por ser a torcida mais fiel, os corintianos começaram a sentir a má fase de sua equipe. A expectativa por conta da venda de ingressos era tão baixa que até mesmo os restaurantes do setor oeste da arena ficaram fechados.

Reencontro

Corinthians e Fluminense voltam a se encontrar neste domingo, às 16h, novamente em Itaquera. Desta vez, no entanto, o jogo vale pelo Campeonato Brasileiro. As duas equipes precisam da vitória para uma aproximação do G-4.

Opinião dos blogueiros

PVC: "Fábio Carille fez alterações táticas que fizeram o Corinthians ficar mais parecido com o de Tite do que o time que Cristóvão dirigiu".

Juca Kfouri: O Alvinegro está classificado para as quartas de final da Copa do Brasil depois de um jogo morno em Itaquera em que, até o gol, emoção mesmo só em três tentos tricolores, todos em evidente impedimento.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 0 FLUMINENSE

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 21 de setembro de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes:  Bruno Boschillia e Ivan Carlos Bohn (ambos do PR)
Público total: 20.999 (20.614 pagantes)
Renda bruta: R$ 1.103.889.50

Cartões amarelos: Cícero, para o Fluminense
Cartão vermelho: Marquinho, para o Fluminense
Gol: Rodriguinho (23'/2ºT), para o Corinthians

CORINTHIANS: Cássio; Fágner, Yago, Balbuena e Arana; Camacho (Cristian); Rodriguinho, Marlone, Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto (Willians); Romero
Técnico: Fábio Carille

FLUMINENSE: Julio Cesar; Wellington Silva, Gum, Henrique e William Matheus; Pierre (Marquinho), Douglas, Cícero e Gustavo Scarpa; Wellington (Richarlison) e Marcos Junior (Magno Alves)
Técnico: Levir Culpi

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos