Do inferno ao céu: Grohe falha, mas classifica o Grêmio e sai chorando

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

Marcelo Grohe poderia ser vilão, mas se transformou em herói do Grêmio. Nesta quarta-feira (21), o goleiro que errou no gol do Atlético-PR no tempo normal pegou três cobranças de pênalti e classificou o Tricolor. 

Aos 30 do primeiro tempo, uma batida fraca e no meio do gol acabou em rebote com André Lima colocando na rede. Foi o começo de 90 minutos trágicos para Marcelo. Ele, em seguida, errou reposição, saída de gol e mostrou-se nervoso. 
 
Só que ao acabar o jogo, com derrota por 1 a 0 levando a decisão para os pênaltis, o goleiro transformou-se em um gigante. Defendeu duas cobranças que de nada valeriam caso uma terceira não acontecesse. O goleiro Weverton pediu para cobrar o pênalti que levaria o rubro-negro à classificação. Grohe pegou novamente. 
 
O terceiro pênalti defendido salvou o time gaúcho da eliminação. E em seguida veio a caga com erro em cobrança de Paulo André. 
 
A saída de campo foi sem palavras, mas com muitas lágrimas. Chorando, o goleiro correu para dentro do vestiário apenas para celebrar. 
 
Mais calmo depois do jogo, o goleiro resolveu se manifestar. Ainda com olhos marejados, falou na zona mista da Arena e lembrou os momentos difíceis pelos quais passa. 
 
"É muito difícil. Vi o quanto Deus é fiel na minha vida. A torcida pega no pé, é muito complicado", falou. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos