Inter perde 4º jogo seguido, mas vê novo tropeço 'fora de contexto'

Do UOL, em Porto Alegre

A derrota para o Fortaleza não eliminou o Internacional da Copa do Brasil, mas fez a série de tropeços aumentar. Em crise, o time gaúcho perdeu os últimos quatro jogos que disputou. No período, sofreu cinco gols e marcou apenas um.

O discurso, contudo, tenta descolar o revés sofrido na Arena Castelão, nesta quinta-feira (22), da realidade vivida no Campeonato Brasileiro.

"Esse jogo está fora do contexto das outras derrotas. Esse jogo está diretamente vinculado ao 3 a 0 que fizemos em Porto Alegre. O Palmeiras é líder do campeonato e perdeu para o Botafogo da Paraíba. O Grêmio em casa não conseguiu fazer o resultado, foi para os pênaltis. A avaliação de agora é diferente", disse Fernando Carvalho, vice de futebol.

Antes de perder para o Fortaleza, por 1 a 0, o Inter caiu para América-MG, Vitória e Atlético-PR. As duas derrotas mais recentes abalaram o elenco. O gol sofrido em Belo Horizonte, na última segunda-feira, foi tido como a prova da fase horrível. De ombro, aos 45 minutos do segundo tempo.

"Tecnicamente o jogo contra o América foi muito ruim, o nosso jogo. O nosso jogo em BH foi muito abaixo. Hoje já vi amostragem melhor. Ainda abaixo do que eles podem produzir, eles tem qualidade", comentou Celso Roth.

A sequência atual é pesada, mas nem se compara com a série vivida há pouco pelo próprio Inter. Até 31 de agosto, o clube passou 14 jogos sem vencer. O jejum foi quebrado justamente diante do Fortaleza, na partida de ida das oitavas de final. Na semana seguinte, o time venceu o Santos por  2 a 1 e também terminou com a seca no Brasileirão. Só que ela voltou e segue aí.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos