Inter volta a jogar mal, perde para o Fortaleza, mas vai às quartas

Do UOL, em Porto Alegre

O Internacional voltou a jogar pouco, perdeu de novo, mas se classificou às quartas de final da Copa do Brasil. O algoz desta vez foi o Fortaleza, na Arena Castelão. Como venceu o jogo de ida por 3 a 0, o time gaúcho garantiu avanço mesmo sendo batido por 1 a 0, gol de Daniel Sobralense, nesta quinta-feira (22).  

Se a vaga veio, o futebol não. Com time misto, o Inter foi dominado pelo Fortaleza durante todo o jogo. Praticamente não criou chances e escapou de derrota pior graças a falta de pontaria e a trave.

Classificado, o Inter se junta a Cruzeiro, Corinthians, Palmeiras, Santos, Atlético-MG e Grêmio. Nesta sexta-feira, na sede da CBF, serão sorteados os confrontos da próxima fase.

Quem brilhou: Daniel Sobralense faz gol e lidera

O camisa 10 do Fortaleza foi o destaque da partida. Substituído na metade do segundo tempo, provavelmente por questão física, foi o autor do gol do encontro e ajudou a criar as melhores chances dos donos da casa. Com boa tomada de decisão, aproveitou a marcação falha e os diversos espaços concedidos para crescer perto da área do Inter.

Danilo Fernandes faz grande defesa e evita o pior

O goleiro do Inter não teve culpa no gol do Fortaleza, também não foi brilhante, mas ajudou a evitar um placar pior no Castelão. No segundo tempo, o camisa 1 saltou alto e espalmou após conclusão forte de dentro da área. A intervenção plástica foi a melhor coisa no time gaúcho em todo o jogo.

Quem fracassou: Paulão volta a errar e compromete

A fase do zagueiro pode resumir o momento do Inter. Antigo capitão, o camisa 25 empilhou falhas técnicas. Erros de posicionamento. E no lance do gol, Paulão se equivocou ao sair do lugar e tentar corte. O resultado? Sobrou espaço.

Eduardo Sasha entra e perde duas grandes chances

Artilheiro do Internacional na temporada, Eduardo Sasha foi o terceiro jogador a ser colocado no jogo por meio das substituições. E nos minutos finais, ele teve a chance de transformar a derrota (a quarta consecutiva) e empate. Primeiro, apostou corrida com Ricardo Berna e ganhou. Driblou o goleiro e chutou para o gol aberto. A bola fraca foi salva antes de chegar a linha. Depois, interceptou passe errado, progrediu e soltou o pé. Em cima de Berna.

Alex volta a ser lateral e não resolve

Alex chegou ao Beira-Rio como lateral esquerdo, em 2004. Virou titular, dois anos depois, já como meia. Em Fortaleza, o camisa 12 foi deslocado para atuar de novo na função dos primórdios de sua carreira. Se agregou ofensividade, ele deixou um corredor aberto para o time adversário explorar. A saída foi deslocar outro jogador, ora Seijas, ora Ferrareis, para cobrir. E a atuação dele pelo flanco não ajudou o Inter a ser mais criativo.

Fortaleza domina, mas peca nas finalizações

No primeiro jogo sem Marquinhos Santos, que aceitou proposta do Figueirense, o Fortaleza manteve a base. Hemerson Maria estreou mandando o time para cima e a pressão rendeu amplo domínio. Chances em sequência. Faltou pontaria e calma para aproveitar um adversário desencontrado, exposto e sem nenhuma capacidade de reação.

Inter afunda sem dinâmica e escapa do pior

Inúmeros erros individuais, técnicos, e uma série de falhas coletivas. Sem nenhuma dinâmica, em reflexo das diversas trocas, o Inter ficou dependente de um lampejo para criar. Seijas até deixou Ferrareis livre, mas ele errou na hora de concluir. A escalação de Anderson não rendeu controle no meio-campo e a defesa ficou exposta durante boa parte do jogo.

Árbitro vai parar no chão

Thiago Duarte Peixoto atrapalhou um jogada do Internacional durante a partida, mas foi perto do apito final que virou protagonista. O árbitro estava no meio-campo e foi atingido por um jogador do Fortaleza, em perseguição ao volante Fabinho. A cena inusitada marcou o encerramento da partida.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 1 X 0 INTERNACIONAL

Data: 22/09/2016 (quinta-feira)
Local: estádio Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Auxiliares: Anderson Coelho e Bruno Rizo (ambos de SP)
Cartões amarelos: Fernando Bob (INT)
Gol: Daniel Sobralense, aos 14 minutos do primeiro tempo (FOR)

FORTALEZA: Ricardo Berna; Felipe, Lima, Edimar e Wilian Simões; Juliano, Corrêa, Daniel Sobralense (João Paulo) e Everton (Ronaldo); Juninho (Pio) e Anselmo
Técnico: Hemerson Maria

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Ceará (William), Paulão, Eduardo e Alex; Fernando Bob, Fabinho, Anderson (Eduardo Sasha), Gustavo Ferrareis e Seijas; Brenner (Aylon)
Técnico: Celso Roth

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos