São Paulo demora para acordar, vence Juventude, mas cai na Copa do Brasil

Do UOL, em São Paulo

O São Paulo bateu o Juventude por 1 a 0 em Caxias do Sul, mas o resultado não foi suficiente para classificar o clube paulista para as quartas de final da Copa do Brasil. A vaga ficou com os donos da casa, que tinham surpreendido ao vencer a primeira partida no Morumbi por 2 a 1.

O time comandado por Ricardo Gomes demorou muito para acordar, finalizando apenas duas vezes durante todo o primeiro tempo. Foram vários sustos do Juventude, que encaixou bons ataques, principalmente com Roberson. Um gol de Rodrigo Caio aos 25 minutos da segunda etapa deu início a uma pressão são-paulina, mas foi tarde demais.

O resultado dificulta muito as aspirações de vaga na Libertadores em 2017 para o São Paulo. Agora, o foco é total no Brasileirão, onde ocupa apenas a 12ª colocação.

Quem precisava ganhar?

Com o São Paulo precisando da vitória, foi o Juventude que começou mais agressivo, acertando a trave com Roberson logo aos 11 minutos. Os paulistas só foram assustar 15 minutos depois, com uma falta perigosa de Cueva. A melhor chance tricolor foi nos pés de Rodrigo Caio, que recebeu na marca do pênalti e bateu por cima – os donos da casa ainda tiveram um gol anulado com Roberson, impedido.

Jogo não flui, meio campo truncado
O meio com Hudson, Thiago Mendes e Wesley não foi capaz de participar ativamente no ataque durante toda a primeira etapa. Wesley foi quem mais tentou, aparecendo para pedir a bola e tentando alguns passes mais agressivos, mas sem sucesso. Foram 45 minutos com o Juventude melhor, mesmo podendo até perder para ficar com a vaga.

Mudança e lesão

Para tentar reagir, Ricardo Gomes voltou do intervalo com mais um centroavante, Gilberto, no lugar de Wesley. Os planos, entretanto, foram logo mudados quando Kelvin sentiu o joelho direito e deu lugar ao jovem Luiz Araújo. Enquanto isso, quem assustou, de novo, foi o Juventude, que forçou Denis a uma bela defesa em paulada de fora da área de Roberson.

Não vai na qualidade, vai pelo alto
Se com a bola no chão o São Paulo tinha extremas dificuldades para achar chances de gols, pelo alto acabou balançando as redes. Em cruzamento de Bruno, Rodrigo Caio subiu muito bem e testou com força para as redes – 20 minutos para conseguir o segundo gol e a classificação.

Pressão extrema

A pressão são-paulina na reta final foi inevitável. Primeiro Carlinhos, depois Rodrigo Caio, novamente de cabeça, forçaram Elias a grandes defesas - um escanteio de Carlinhos bateu na mão do zagueiro do Juventude, mas Ricardo Marques Ribeiro não marcou o pênalti.  Pelos gaúchos, Klaus desperdiçou chance incrível em contra-ataque. O tempo não foi suficiente para mais gols, e a vitória teve gosto amargo para o São Paulo: a vaga ficou com o Juventude.

JUVENTUDE X SÃO PAULO

Local: Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro - MG (FIFA)
Auxiliares: Pablo Almeida da Costa - MG (ASP-FIFA) e Sidmar dos Santos Meurer - MG (CBF-1)
Gols: Rodrigo Caio, 25'/2ºT (0-1)

JUVENTUDE: Elias; Neguete, Klaus, Micael e Pará; Vacaria (Wanderson), Felipe Lima, Lucas (Wallacer) e Bruno; Roberson e Hugo (Caion). Técnico: Antônio Carlos Zago.

SÃO PAULO: Denis; Bruno, Lugano, Rodrigo Caio e Mena (Carlinhos); Hudson, Thiago Mendes e Wesley (Gilberto); Cueva, Kelvin (Luiz Araújo) e Chavez. Técnico: Ricardo Gomes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos