Zagueiro do Santos lamenta 'susto' contra o Vasco e suspensão no STJD

Do UOL, em Santos (SP)

Apesar do empate do Santos contra o Vasco por 2 a 2 nesta quarta-feira, no estádio São Januário, e a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil, o zagueiro Gustavo Henrique deixou o campo cheio de lamentos. Primeiro, o camisa 6 reclamou do susto que a equipe santista levou no Rio de Janeiro ao sofrer o segundo gol no jogo após desperdiçar um "gol feito".

Após Joel perder um gol incrível, o Vasco fez 2 a 1 no contra-ataque e pressionou o time paulista na segunda etapa. No entanto, a equipe carioca desperdiçou a chance de levar a decisão para os pênaltis com Enderson, que errou finalização na pequena área. Em seguida, o Santos "matou" o jogo com gol contra de Rodrigo.

"Muito importante, a gente sabia que seria jogo difícil, vacilamos muito, a gente não pode... jogamos junto faz tempo. Poderíamos ter matado o jogo e na sequência a gente toma o gol. Não podemos tomar este susto. Agora vamos pensar no Brasileiro", afirmou Gustavo Henrique à TV Tribuna.

Além de reclamar do time, o defensor lamentou a suspensão que recebeu do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta quarta-feira. O zagueiro pegou dois jogos no Campeonato Brasileiro por reclamar da arbitragem polêmica de Rodrigo Raposo na partida contra o Internacional, em 8 de setembro.

"Avisaram agora, não estava sabendo. Eu acho que Santos vai recorrer, espero que consiga, pois não falei nada demais e todos viram que o juiz errou. Espero justiça. Não falei por mal e de cabeça quente a gente fala o que não quer", lamentou.

A mesma punição foi dada a Dorival Júnior, que também havia reclamado da arbitragem depois do confronto. O presidente Modesto Roma pegou 90 dias de gancho, enquanto Lucas Lima foi suspenso por um jogo (já cumpriu).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos