Topo

Esporte


Cuca analisa polêmica como cobrança de jogo, e R. Marques vê 'fofoca'

Rivaldo Gomes/Folhapress
Rafael Marques negou qualquer polêmica com Cuca Imagem: Rivaldo Gomes/Folhapress

Do UOL, em São Paulo (SP)

29/09/2016 00h40


Protagonistas da última polêmica no dia a dia do Palmeiras, Cuca e Rafael Marques se pronunciaram sobre a discussão ocorrida no último sábado, após a vitória por 2 a 1 sobre o Coritiba. Ambos trataram de negar qualquer problema nos vestiários depois do revés também por 2 a 1 contra o Grêmio, pela Copa do Brasil.

O treinador procurou minimizar o fato ocorrido no último final de semana, noticiado pelo UOL Esporte na terça-feira.

“Às vezes tem uma cobrança interna ao fim de jogos ou meio tempo, alguém escutou uma cobrança e levou uma informação que não é verídica”, declarou o treinador, antes de negar qualquer entrevero com Rafael Marques.

“Sempre resolvo meus problemas de forma direta, não sou treinador que manda recado. Não tenho problema nenhum com ninguém; este rapaz [Rafael Marques] é um rapaz muito bom, puro, um dos mais queridos pelo grupo”, afirmou.

Enquanto Cuca fez uma breve análise, Rafael Marques negou qualquer confusão e tratou o caso como ‘fofoca’.

“Não vamos deixar que essas situações extracampo afete o grupo. É fofoca, não existe”, garantiu o atacante, que afirma ter pedido para Cuca uma ‘cobrança maior no elenco’, ao contrário do encontrado no ano passado.

“Como vou causar uma coisa que não existe, sendo que eu pedi isso. Tinha abertura com o Cuca e disse para ele que faltava cobrança nos jogadores no ano passado. Não tem porque ficar com este papo, é encerrar, não existiu e não existe”, encerrou.

Mais Esporte