Atlético-MG valoriza a vantagem para superar dificuldades em Caxias do Sul

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Com Robinho em campo, Atlético-MG vai ter força máxima contra o Juventude

    Com Robinho em campo, Atlético-MG vai ter força máxima contra o Juventude

Pode parecer pouco, mas o triunfo por 1 a 0 sobre o Juventude, no Mineirão, é bastante valorizado pelos jogadores do Atlético-MG. Nesta quarta-feira, às 19h30, as duas equipes decidem uma das vagas na semifinal da Copa do Brasil. Com expectativa de estádio cheio e adversário motivado, os atleticanos não esperam um jogo fácil.

Mas o fato de chegar à Caxias do Sul com vantagem é bastante ressaltado por todos os jogadores do elenco alvinegro. Entre eles o lateral esquerdo Fábio Santos. O jogador que já defendeu o Grêmio, por duas temporadas, em 2009 e 2010, sabe bem quais as dificuldades que o Atlético vai encontrar diante do Juventude.

"Sei como é complicado jogar lá no (Alfredo) Jaconi. Eu joguei no Grêmio e sei como é difícil. A torcida realmente apoia, o campo é apertado e o time deles sabe jogar em casa. Mas estamos indo com uma vantagem e temos de saber aproveitar essa vantagem. E tenho certeza que vamos fazer um grande jogo lá também".

Como venceu por 1 a 0, o Atlético joga por qualquer empate. Além de ter a chance de fazer um gol como visitante, o que obrigaria o Juventude a vencer por dois gols de diferença para chegar à semifinal da Copa do Brasil. No entanto, como a equipe gaúcha já tem vaga garantida da na próxima Série B do Campeonato Brasileiro, não existe mais pressão para o jogo contra o Atlético.

"Sem dúvida, estão sem responsabilidade nenhuma. A responsabilidade está toda em cima do Atlético. Vamos entrar com total respeito, o respeito que eles merecem. É fazer um grande jogo e conseguir o objetivo do Atlético, que é a classificação", completou Fábio Santos.

Apesar de todas as dificuldades, o Atlético tem um bom retrospecto atuando contra o Juventude no Estádio Alfredo Jaconi. Em dez partidas, todas pelo Campeonato Brasileiro, em sete o resultado dariam a classificação direta para a equipe mineira, que venceu quatro vezes e empatou três. E as três derrotas, em 1996, 2002 e 2003, foram todas por 1 a 0. Placar que levaria a decisão das quartas de final para a disputa de pênalti.

FICHA TÉCNICA
JUVENTUDE X ATLÉTICO-MG

Data: 19 de outubro de 2016, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Motivo: Jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil
Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Kleber Lúcio Gil (Fifa/SC) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)

JUVENTUDE: Elias, Vidal, Klaus, Ruan e Pará; Wanderson, Lucas, Wallacer e Felipe Lima; Roberson, Hugo.
Técnico: Antônio Carlos Zago.

ATLÉTICO-MG: Victor, Patric, Leonardo Silva, Erazo, e Fábio Santos; Rafael Carioca (Leandro Donizete), Júnior Urso e Otero; Clayton (Cazares), Robinho e Pratto.
Técnico: Marcelo Oliveira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos