Gringos brilham, Cruzeiro aplica 4 no Corinthians e avança à semifinal

Do UOL, em São Paulo

Com participações decisivas do uruguaio De Arrascaeta e do argentino Ramón Ábila, o Cruzeiro mostrou sua tradição na Copa do Brasil para eliminar o Corinthians na noite desta quarta-feira em vitória por 4 a 2, no Mineirão. Assim, avança para a semifinal e encontra o Grêmio, que eliminou o Palmeiras também nesta noite. O jogo de ida havia tido vitória corintiana por 2 a 1. 

Superior desde o começo do jogo em Belo Horizonte, o Cruzeiro abriu o placar com Ábila, mas viu Rodriguinho deixar tudo igual ainda no primeiro tempo. Melhor após o intervalo, o Cruzeiro marcou três gols seguidos, sendo o primeiro em pênalti polêmico convertido também pelo camisa 50 argentino. O Corinthians ainda mostrou garra e reduziu com Rildo, mas viu Oswaldo de Oliveira sofrer eliminação para o velho conhecido Mano Menezes no começo de seu trabalho no Parque São Jorge. 

O mando dos confrontos da semifinal será sorteado nesta quinta-feira, às 11h (de Brasília), na sede da CBF. Os jogos ocorrem nos dias 26 de outubro e 2 de novembro. 

O melhor: Ábila brilha nas conclusões e classifica o Cruzeiro

Juliana Flister/Light Press/Cruzeiro

A capacidade de conclusão do argentino reapareceu no Mineirão. Um jogo depois de errar pênalti contra a Chapecoense, ele foi o nome da classificação com uma finalização perfeita em assistência de De Arrascaeta e um pênalti muito bem batido, longe do alcance do corintiano Walter. Ábila já havia feito contra os corintianos pelo Brasileirão e chegou a 12 gols no ano.

O pior: Fagner vacila na saída de bola e na marcação

Referência do grupo e lateral de seleção brasileira, ele não esteve bem no Mineirão. O gol do Cruzeiro surgiu de uma saída de bola errada de Fagner e uma rápida estocada do Cruzeiro, justamente às costas dele. Arma ofensiva corintiana, o jogador também não conseguiu fazer a diferença à frente. Sem ter muito que fazer pela diferença de estatura, também perdeu pelo alto para Bruno Rodrigo no terceiro gol.

Destino conspira para De Arrascaeta, decisivo

Juliana Flister/Light Press/Cruzeiro

Uma contusão muscular aos 6 minutos de jogo retirou Rafinha de combate, mas o meia uruguaio mostrou por que é um dos preferidos da torcida. De Arrascaeta criou a jogada do primeiro gol às costas de Fagner, por onde criou muito perigo, sofreu a penalidade marcada por Wilton Pereira Sampaio e ainda anotou o quarto gol. 

Foi pênalti de Pedro Henrique?

O lance polêmico da partida ocorreu aos 12min do segundo tempo, quando De Arrascaeta escapou na linha de defesa corintiana, se enroscou com Pedro Henrique e caiu na área. Wilton Pereira Sampaio marcou e deu amarelo ao zagueiro. Ábila marcou. 

Mano trava saída de bola e mostra força na Copa do BR

ERWIN OLIVEIRA /FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Terceiro lugar na Copa do Brasil de 2004 pelo XV de Campo Bom, Mano tem história no torneio que conquistou pelo Corinthians, em 2009, um ano após ser vice-campeão. Ele também teve participação na conquista do Flamengo, em 2013. Na semifinal com o Cruzeiro, superou os corintianos com uma marcação implacável na saída de bola do time de Oswaldo no primeiro tempo e bom posicionamento defensivo nos 45 minutos finais. 

Oswaldo vai bem na reorganização do time, mas é eliminado

Thomas Santos/AGIF

O treinador optou por deixar Marlone no banco de reservas e viu o Cruzeiro ser bem melhor no começo do ano. Oswaldo trocou o sistema e a posição dos jogadores e até conseguiu o empate, mas viu sua equipe ser dominada no segundo tempo. Ele ainda tentou a reação com Rildo, Lucca e o próprio Marlone, mas acabou eliminado na primeira semana de trabalho. 

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 4 x 2 CORINTHIANS

Data: 19/10/2016 (quarta-feira), às 21h45
Local: estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Bruno Raphael Pires e Fabrício Vilarinho da Silva (ambos GO)
Público e renda: 35.069 pessoas e R$ 1.026.123,00
Cartões amarelos: Ariel Cabral, Pedro Henrique e Rodriguinho
Gols: Ábila, aos 13min, Rodriguinho, aos 34min do primeiro tempo, e Ábila, aos 13min, Bruno Rodrigo, aos 17min, De Arrascaeta, aos 37min, e Rildo, aos 40min do segundo tempo

CRUZEIRO: Rafael; Lucas, Léo, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique e Lucas Cabral; Rafael Sobis, Robinho (Alisson) e Rafinha (De Arrascaeta); Ábila (Ariel Cabral). 
Treinador: Mano Menezes

CORINTHIANS: Walter; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Uendel; Camacho; Romero, Giovanni Augusto (Rildo), Rodriguinho e Marquinhos Gabriel (Lucca); Guilherme (Romero). 
Treinador: Oswaldo de Oliveira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos