Na quinta semi em seis anos, Marcelo quer Atlético sofrendo menos em campo

Do UOL, em Belo Horizonte

Entre 2011 e 2016, somente em 2013 a equipe treinada por Marcelo Oliveira não esteve entre os quatro finalistas da Copa do Brasil. Naquele ano, no comando do Cruzeiro, o treinador foi campeão brasileiro, mas no torneio nacional foi eliminado pelo Flamengo, ainda nas oitavas de final. Atual campeão com o Palmeiras, Marcelo Oliveira tenta conquistar o bicampeonato, assim como o Atlético-MG, vencedor da edição 2014.

E curiosamente, o único título atleticano na competição foi conquistado justamente sobre Marcelo Oliveira, então comandante do Cruzeiro. O treinador também foi vice-campeão duas vezes com o Coritiba, em 2011 e 2012.

"O Galo é assim, tem que acreditar e com um pouquinho de sofrimento. Acho que poderia ser diferente, principalmente pelo primeiro jogo. No primeiro jogo a gente poderia ter feito uma vantagem melhor. O gol foi a diferença no confronto hoje. O gol muito cedo deu força para o Juventude, jogando em casa. Depois a gente criou chances, mas temos de entender que o goleiro fez pelo menos três defesas milagrosas", disse Marcelo, após mais uma classificação à semifinal da Copa do Brasil.

Apesar de seguir no torneio, o treinador atleticano quer ver o time jogando melhor. O treinador elogiou seus jogadores, especialmente o goleiro Victor, mas quer o Atlético sofrendo cada vez menos nos jogos.

"A gente treina penalidades todos os dias, independentemente de ter ou não competição. Todos os dias a gente pratica e temos um excepcional goleiro. Mas temos de sofrer menos e tentar ganhar os jogos com mais naturalidade", revelou Marcelo Oliveira, que também fez questão de elogiar o adversário.

"O Juventude não nos surpreendeu, pois já tínhamos visto jogos deles. Ele vem muito bem, fez ótimas partidas, algumas delas melhor fora de casa, por usar muito o contra-ataque. E usou muito o contra-ataque contra o Atlético. É natural que a gente pensava em passar com mais tranquilidade, mas o futebol é muito equilibrado. Se você não correr, não marcar e não ter atenção o tempo todo, pode levar um gol por alguns segundos, como foi hoje".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos