Allione se diz triste com expulsão e pede desculpas: "Não fui com maldade"

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

Na segunda partida das quartas de final da Copa do Brasil, um lance mudou o duelo entre Palmeiras e Grêmio. Com um 1 a 0 para o time alviverde no placar, Allione foi expulso no segundo tempo. Com um a mais, a equipe gaúcha foi para cima e conseguiu o empate que o garantiu na próxima fase do torneio.

Abatido, o argentino pediu desculpas após o duelo. "Fui disputar a bola, não fui com maldade. Não sei se era para vermelho ou não. Mas isso não muda o que eu errei", afirmou.

"Como falei antes, (tenho que) pedir desculpas para todo mundo. Não tem uma pessoa nesse momento mais triste do que eu. Era a chance minha e dos meus companheiros de se classificar. Infelizmente, ficamos fora da Copa", continuou.

Durante a entrevista coletiva, o técnico Cuca falou sobre o lance e admitiu que a jogada era passível de cartão vermelho.

"Teve um excesso de força do Allione, que era passível de expulsão. E aí vira outro jogo", afirmou Cuca, em entrevista coletiva, antes de defender o jogador. "Ele tem 21 anos, é um menino. "Hoje, infelizmente, foi expulso, mas não é culpa dele a derrota. Não quis ser expulso, está muito abatido lá dentro (no vestiário). Sentiu o golpe, pediu desculpas aos companheiros, nem precisava. Ele viu que entrou desproporcional no lance".

O Palmeiras volta a campo no próximo domingo (23), contra o Sport. A partida acontecerá às 17h, horário brasileiro de verão, no Allianz Parque. A equipe lidera o Campeonato Brasileiro com 64 pontos, sete a mais que o Flamengo, que tem uma partida a menos – os pontos do Fla-Flu foram suspensos.

Quer receber notícias do Palmeiras de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos