Talismã em 2014, Luan duela com ansiedade para reviver protagonismo

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • MARCOS BEZERRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Em 2014, Luan marcou em todas as fases, contra Palmeiras, Corinthians, Fla e Cruzeiro

    Em 2014, Luan marcou em todas as fases, contra Palmeiras, Corinthians, Fla e Cruzeiro

Xodó da Massa alvinegra, não é de hoje que o atacante Luan se tornou um dos pilares do Atlético-MG. Contratado em 2013, o jogador ainda era reserva, mas teve papel importante na conquista da Libertadores daquele ano. Na temporada seguinte, virou protagonista e terminou a Copa do Brasil como campeão e artilheiro do time. Neste ano, conviveu com duas sérias lesões e só voltou ao time na última partida, contra o Figueirense. Nesta quarta-feira, o jogador começará o jogo contra o Internacional no banco, mas já iniciou sua preparação fora das quatro linhas. As lembranças de 2014, quando marcou em todos as fases disputada pela equipe (oitavas, quartas, semi e final), ainda estão frescas.  Por isso, o primeiro passo será lidar com a ansiedade antes de voltar de vez aos gramados.

"Fico ansioso todo dia, passo mal, já é normal comigo, é complicado. Penso em fazer gols, como fiz nos últimos anos. Sou um cara iluminado, espero entrar e fazer um gol importante. Só fiz gol importante, mas espero pelo menos ajudar meus companheiros a vencer o Inter e sair com um resultado positivo", falou o atacante.

Há dois anos, o jogador atingiu seu auge no Atlético. Além de titular, Luan terminou o ano coroado com a artilharia, o troféu e o protagonismo da Copa do Brasil. Seus cinco gols foram todos divididos entre os quatro adversários que o clube enfrentou. A sequência começou diante do Palmeiras, marcando por duas vezes nas oitavas de final, passando pelos tentos importantíssimos nas viradas históricas contra o Corinthians, nas quartas, e Flamengo, na semi, e terminou com o último gol diante do Cruzeiro, na grande final.

O que não é nada bom é a memória do último encontro com o Inter em mata-mata. Pelas oitavas da Libertadores de 2015, Luan viu o Colorado sair do Horto com o empate por 2 a 2 e levar a decisão para Porto Alegre, onde venceu por 3 a 1. Já o único encontro entre as equipes na pela Copa do Brasil aconteceu em 2002 e terminou com o desfecho favorável aos alvinegros. Na ocasião, o Galo levou a melhor, encaminhando a classificação ao vencer por 2 a 0 no Mineirão. Na volta, foi derrotado por 3 a 2 no Beira-Rio, mas garantiu a vaga para as quartas de final.

INTERNACIONAL X ATLÉTICO-MG

Motivo: Jogo de ida, semifinal da Copa do Brasil 2016
Data/Hora: 26/10/2016, às 21h45 (Brasília)
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE)

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; William, Paulão, Alan Costa e Artur (Geferson); Fabinho, Anderson, Gustavo Ferrareis, Alex e Seijas; Aylon. Técnico: Celso Roth.

ATLÉTICO-MG: Victor; Carlos César, Gabriel, Erazo e Fábio Santos; Leandro Donizete, Júnior Urso; Otero (Cazares); Clayton, Robinho e Lucas Pratto. Técnico: Marcelo Oliveira.

Quer receber notícias do Atlético-MG de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos