Mano assume erro em derrota do Cruzeiro e rasga elogios a Luan

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

A derrota por 2 a 0 diante do Grêmio, na primeira partida da semifinal da Copa do Brasil, foi destacada pelo técnico Mano Menezes como o pior jogo do Cruzeiro desde que retornou ao time celeste. Em sua entrevista coletiva, Mano ainda chamou a responsabilidade e assumiu a culpa pelo revés que deixou o time em situação muito complicada no torneio.

"Dói muito mais, pelo fato da equipe ter feito uma atuação tão abaixo da que vinha fazendo, foi a primeira atuação muito abaixo comigo. Mesmo quando perdemos para o Santos, São Paulo e Flamengo, jogamos bem. Hoje fizemos uma atuação muito a baixo. Dói ainda mais pela quantidade de público que tivemos, pela presença e apoio dos torcedores", comentou o treinador, citando os mais de 50 mil torcedores presentes no Mineirão, que bateram o recorde de comparecimento em uma partida dentro do estádio na temporada.

Mano chamou atenção para a estratégia que também não deu certo dentro de casa. Apesar do início superior, o Cruzeiro sofreu muito com o excesso de espaços cedidos ao Grêmio, que tocou a bola com qualidade e amadureceu seu gol, primeiro com Luan, aos 19 minutos da etapa inicial.

"A gente foi para o jogo, queríamos fechar a parte de dentro, mas não conseguimos tirar o homem de criação. A bola caiu no pé de um jogador diferenciado, o Luan fez um golaço. A questão no primeiro tempo foi tática, não foi dos atletas", disse.

Já no segundo tempo, Mano abriu mão da primeira linha de quatro e formou um meio de campo com dois volantes e quatro meias. Mas um erro na saída de bola culminou no passe de Ramiro para Douglas, que bateu cruzado e matou o jogo.

"No segundo tempo, a gente tentou mudar uma questão tática, o Grêmio ficava com quatro jogadores contra dois nossos. Por isso fomos batidos facilmente. No segundo tempo, com a mudança, a gente pressionou um pouco mais, mas não poderíamos tomar o segundo gol e acabamos levando. Em um descuido, um chutão para o ataque, saiu o gol. Tivemos dificuldades, muitas dificuldades para chegar, para concluir. Então isso resume a vitória merecida do adversário e a nossa derrota", concluiu.

Com o resultado desta quarta-feira, o Cruzeiro precisa vencer o Grêmio por pelo menos três gols de diferença para deixar vivo o sonho do pentacampeonato e chegar à final da Copa do Brasil. O jogo da volta será às 21h45 do dia 2, na Arena, em Porto Alegre. Na outra semifinal, o Atlético-MG recebe o Internacional com boa vantagem, já que venceu o primeiro jogo por 2 a 1 no Beira-Rio.

Quer receber notícias de Cruzeiro de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos