Cruzeiro traça estratégia ousada por reviravolta e avanço na Copa do Brasil

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Contra o Grêmio, Cruzeiro joga suas últimas fichas para tentar terminar o ano com um título

    Contra o Grêmio, Cruzeiro joga suas últimas fichas para tentar terminar o ano com um título

A derrota por 2 a 0 na partida de ida deixou a situação do Cruzeiro extremamente complicada na Copa do Brasil. Desde então, discursos realistas e esperançosos se misturam nas entrevistas. Mas se ainda há chance, o time mineiro não vai abrir mão de tentar suas últimas cartadas para sobreviver no torneio. Para isso, poupou parte da equipe titular no final de semana de Brasileiro e já traça uma estratégia ousada para triunfar em Porto Alegre. A meta inicial é surpreender o Grêmio e balançar as redes já nos primeiros minutos.

"Se a gente fizer um gol logo no início ou durante o primeiro tempo, com certeza eles vão se sentir pressionados e a gente pode tirar proveito disso", falou o auxiliar técnico Sidnei Lobo

Para Sidnei, que substituiu Mano pela segunda e última vez no Brasileirão, o segundo tempo apresentado contra o Atlético-PR, se repetido em Porto Alegre, pode trazer boas surpresas para o Cruzeiro ao fim da partida.

"Vamos enfrentar uma equipe que está na frente no resultado, vai ser outro tipo de adversário, equipe forte que joga em seu estádio, mas que se a gente tiver a atuação que tivemos aqui na segunda parte do jogo contra o Atlético-PR, jogando firme, jogando com objetividade, fazendo pressão, não dando espaço, certamente vamos fazer um grande jogo", disse.

No retrospecto histórico, uma notícia animadora para cada lado. Nas quatro vezes que se encontraram em um mata-mata, o Cruzeiro nunca saiu eliminado para o Grêmio. Contudo, dos 33 confrontos que as equipes já fizeram em Porto Alegra, o time mineiro só saiu vencedor por seis vezes, sendo que em nenhum dos compromissos, a vitória teve o placar que o time precisa atualmente para classificar.

Para sair classificado da Arena do Grêmio, o Cruzeiro precisa vencer pelo menos por 2 a 0 e superar o adversário também nos pênaltis. Para triunfar nos 90 minutos, será preciso qualquer tipo de vitória com três gols de diferença - ou por dois gols, desde que os dois times marquem gols (3 a 1, 4 a 2...); do contrário, quem vai para a final é o time gaúcho.

Também às 21h45 da quarta-feira, o Atlético-MG recebe o Internacional no Independência, na outra chave do torneio. Na ida, o Galo fez grande resultado e venceu o Colorado dentro do Beira-Rio por 2 a 1.

Quer receber notícias do Cruzeiro de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos