Aylon defende Inter reserva contra o Atlético-MG: "Não viemos à toa"

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Internacional

O Internacional só pensa no Campeonato Brasileiro, faz contas para evitar o rebaixamento e por isso manteve a estratégia de usar reservas na Copa do Brasil. Mas Aylon, escalado para o jogo da volta contra o Atlético-MG, pela semifinal, não vê o duelo como definido. Mesmo que o Galo tenha vencido por 2 a 1 no estádio Beira-Rio.

"Não viemos até aqui à toa. A gente sabe que é complicado jogar aqui, o Atlético é ainda mais forte no Independência, mas vamos jogar em cima deles. Jogamos bem no primeiro jogo e perdemos. Pode acontecer ao contrário agora", disse o atacante.

Aylon tem sido decisivo para o Inter na Copa do Brasil. Foi dele o gol da classificação no confronto com o Santos, pelas quartas de final. Eduardo Sasha, no final da partida de volta, carimbou a vaga.

"Ninguém esconde que a prioridade é o Brasileiro, mas a Copa do Brasil dá oportunidade para todo mundo jogar. Faz rodar o grupo. É bom, quem jogar vai dar o melhor para não sair. E quem não vem jogando, vai querer mostrar para entrar", comentou Aylon.

Derrotado por 2 a 1 no estádio Beira-Rio, na semana passada, o Internacional precisará ganhar por dois gols de diferença ou por um desde que faça três ou mais gols (3 a 2, 4 a 3...). Em caso de vitória do Colorado pelo mesmo placar da partida de ida, a vaga será decidida nos pênaltis.

Quer receber notícias do Inter de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos