Conselheiros na chegada, gringos de Galo e Inter vivem fases opostas

Jeremias Wernek e Victor Martins

Do UOL, em Porto Alegre e Belo Horizonte

  • Reprodução/Instagram

    Seijas e Otero jogam juntos na seleção e até brincaram de goleiro na Copa América

    Seijas e Otero jogam juntos na seleção e até brincaram de goleiro na Copa América

Dois dos três venezuelanos em atividade no futebol brasileiro se enfrentam nesta quarta-feira (2), em Belo Horizonte. Rivais na semifinal da Copa do Brasil, Rómulo Otero e Luis Manuel Seijas são parceiros na seleção de seu país. Trocaram conselhos logo que chegaram a Atlético-MG e Internacional, respectivamente. Mas vivem fases completamente distintas.

Otero goza de ótimo prestígio junto a Marcelo Oliveira. Já Seijas protagoniza um dos motivos para contestação pública ao trabalho de Celso Roth.

Mais velho, 'Luisma' chegou antes de 'Scorpion' ao Brasil. Ex-jogador do Independiente Santa Fe, o meia que abriu mão de uma bolsa integral de estudos nos Estados Unidos foi apresentado pelo Inter em 25 de maio. Contratado junto ao Huachipato-CHI, Otero desembarcou em julho.

Os dois tiveram praticamente a mesma impressão do futebol brasileiro: um jogo mais intenso, com forte incidência de contato físico.

Seijas admitiu dificuldade nos primeiros jogos. Sentiu os espaços mais curtos, a necessidade de ser mais rápido na tomada de decisão. E ouviu de Otero o mesmo. Destaque no Chile antes de assinar com o Atlético-MG, o meia tem por característica carregar a bola.

No Huachipato, foi um dos condutores da equipe com movimentações que se tornaram inviáveis no Brasil. O mérito dos dois foi se reinventar rápido. Otero se saiu ainda melhor.

Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro
Otero foi destaque no Huachipato, do Chile, antes de chegar ao Atlético-MG

Titular do Galo na atualidade, Rómulo Otero acumula 16 partidas desde que chegou a Belo Horizonte. Onze delas como titular. Seijas soma 19 jogos no total e 17 como titular. A diferença está no retrospecto recente. Um se afirmou e outro foi saiu do time, deixou até a reserva.

Ricardo Duarte/Internacional
Luis Manuel Seijas foi ídolo no Independiente Santa Fe-COL antes de jogar no Inter

Seijas tem sido relacionado, mas não joga. A justificativa de Celso Roth é a estratégia de jogo e as características do camisa 23. No setor, o treinador do Inter tem usado William, Alex, Anderson, Eduardo Sasha e até Valdívia. Otero é o oposto. Com dois gols e duas assistências nos últimos cinco jogos, caiu de vez na graça de Marcelo Oliveira.

Otero é, segundo dados do Footstats, o segundo jogador que mais dribla no elenco do Galo. Já Seijas aparece como terceiro melhor finalizador do grupo de jogadores do Inter. Eles vão se cruzar nesta quarta-feira, em situações opostas, e conhecendo muito bem um ao outro.

Derrotado por 2 a 1 no estádio Beira-Rio, na semana passada, o Internacional precisará ganhar por dois gols de diferença ou por um desde que faça três ou mais gols (3 a 2, 4 a 3...). Em caso de vitória do Colorado pelo mesmo placar da partida de ida, a vaga será decidida nos pênaltis.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X INTERNACIONAL

Data e hora: 02/11/2016 (quarta-feira), às 21h45 (Brasília)
Local: estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Jailson Macedo de Freitas (BA)
Auxiliares: Alessandro Rocha Matos (BA/Fifa) e Bruno Pires (GO)

ATLÉTICO-MG: Victor, Carlos César, Erazo, Gabriel e Fábio Santos; Leandro Donizete, Júnior Urso, Otero e Cazares; Robinho e Lucas Pratto
Técnico: Marcelo Oliveira

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Ceará, Ernando, Alan Costa e Artur; Eduardo Henrique, Rodrigo Dourado, William, Anderson e Valdivia; Aylon
Técnico: Celso Roth

Quer receber notícias do Inter de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos