Vice do Inter reclama da arbitragem e Ceará diz que foi intimidado

Do UOL, em Porto Alegre

Depois dos elogios ao desempenho do time, o Internacional reclamou da arbitragem. Eliminado pelo Atlético-MG, nesta quarta-feira (2), o time gaúcho criticou a atuação de Jailson Macedo de Freitas. Para o vice de futebol do Colorado, o árbitro foi decisivo no placar de 2 a 2. O lateral direito Ceará chegou a dizer que foi intimidado durante a partida.

"O que fica é a má arbitragem, ele foi decisivo no jogo. Mais uma vez, né. Ele foi caseiro demais, no primeiro gol do Atlético houve falta vergonhosa no Ceará. No final houve um pênalti claro, a bola bateu na mão do jogador e ele não marcou. Tenho que fazer esse registro, a atuação do árbitro foi decisiva. Se não houvesse ele, o Internacional teria saído com a classificação", disse Fernando Carvalho, vice de futebol do Inter.

Derrotado no primeiro jogo (por 2 a 1), em Porto Alegre, o Inter esteve em vantagem por duas vezes dentro do Independência. Abriu o placar com Aylon, levou o empate com Robinho, marcou com Anderson e depois viu Pratto marcar de novo.

Além dos erros defensivos, as decisões da arbitragem incomodaram. E Ceará foi um dos mais irritados.

"O juiz foi bem caseiro, me deu amarelo por uma palavra ou outra. Ele me intimidou", falou o lateral direito e capitão do Internacional.

Na reta final do confronto, Paulão foi expulso mesmo estando no banco de reservas. No intervalo, Eduardo Sasha recebeu amarelo quando ainda estava fora da equipe.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos