Grêmio prepara recurso contra 'decisão surreal' do STJD

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

    Renato Gaúcho comemora vaga na final ao lado da filha Carol no gramado da Arena Grêmio

    Renato Gaúcho comemora vaga na final ao lado da filha Carol no gramado da Arena Grêmio

O Grêmio saiu muito descontente da 4ª Comissão Disciplinar do STJD, que decidiu pela perda do mando de campo da final da Copa do Brasil devido a invasão de campo de Carol Portaluppi ao fim do jogo contra o Cruzeiro, pelas semifinais. Segundo o vice-presidente jurídico, Nestor Hein, o clube irá tentar efeito suspensivo para garantir a primeira final da história da Arena e contra uma decisão 'surreal'. 

"Foi uma decisão levando em conta considerações pessoais contra a figura do nosso treinador e sua filha, uma decisão inusitada, contra tudo que a Comissão defende. Não havia pedido de condenação para esta penalidade por parte da procuradoria. Foi um julgamento que beira o surreal", disse o Hein ao UOL Esporte. 
 
Tão logo acabou o julgamento, os advogados do Grêmio iniciaram uma série de reuniões que culminará com o recurso solicitado ao Pleno do STJD. O pedido será encaminhado entre quinta e sexta-feira e deverá ser analisado na próxima semana. Não se trata de um novo julgamento, mas aceitar ou não a solicitação, que implicaria no retorno do jogo decisivo à Arena do Grêmio. 
 
Não há ainda um planejamento caso a solicitação seja rejeitada. O Tricolor não se prepara para decidir o torneio em outro estádio que não o seu. E considera que o tempo é aliado. Como o duelo na capital gaúcha será apenas no dia 30, até lá todas as instâncias jurídicas serão esgotadas. 
 
"Não creio que haja punição semelhante na história do futebol. O Grêmio sempre é um dos clubes mais punidos pelo STJD", desabafou Hein. 
 
Carol Portaluppi foi ao reservado gremista nos momentos finais do confronto contra o Cruzeiro, em jogo de volta das semifinais. Chamada pelo pai, Renato Gaúcho, a jovem aguardou o fim da partida e entrou em campo na comemoração dos jogadores. 
 
Por maioria de votos, o STJD optou por perda de mando de campo de uma partida e aplicação de multa ao Tricolor. Como no calendário resta apenas a final, o Grêmio terá que atuar em outro estádio caso não tenha recurso aceito. 
 

Quer receber notícias do Grêmio de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos