STJD aceita pedido do Grêmio e derruba perda de mando de campo

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

    Renato Gaúcho comemora vaga na final ao lado da filha Carol Portaluppi no gramado da Arena Grêmio

    Renato Gaúcho comemora vaga na final ao lado da filha Carol Portaluppi no gramado da Arena Grêmio

A perda de mando de campo na final da Copa do Brasil para o Grêmio durou menos de 24 horas. No início da tarde desta quinta-feira (17), o presidente do STJD, Ricardo Piacente, aceitou o recurso do clube gaúcho e concedeu efeito suspensivo liberando a partida final da competição para a Arena, no dia 30. 

O Grêmio agiu rápido. Entrou com recurso e solicitou efeito suspensivo da decisão da 4ª Comissão Disciplinar determinada no início da noite de quarta-feira. A perda de mando de campo de uma partida com aplicação de multa de R$ 30 mil gerou revolta no clube. 
 
Adjetivos como 'surreal', 'estapafúrdia' e 'estranha' foram os mais leves para definir o ocorrido no Tribunal sob a ótica gremista. E no início da tarde o documento foi apresentado ao STJD. 
 
O auditor do STJD, Otávio Noronha, foi o responsável por acatar o pedido gaúcho. Desta forma, o Tricolor está apto a vender entradas e se preparar para o duelo de volta da decisão, já que a ida ocorre no dia 23, em Minas Gerais. Um novo julgamento, no Pleno, irá reavaliar o caso. 
 
Carol Portaluppi acompanhou a partida das tribunas e no fim do duelo contra o Cruzeiro foi até a zona mista. Da porta, via os minutos finais do jogo até ser chamada pelo pai, Renato Gaúcho. A partir daí, entrou no campo e ficou no reservado. Ao fim do jogo, adentrou o campo de jogo na comemoração da classificação para a final. 
 
Em tom de brincadeira, antes da decisão do STJD, Renato Gaúcho havia afirmado que seria Carol Portaluppi que 'pagaria a multa' a ser aplicada no clube por conta da sua invasão. 
 
Através de seu site oficial, o STJD emitiu comunicado confirmando o efeito suspensivo e os procedimentos seguintes em relação ao caso. Confira o comunicado: 
 
Sorteado Relator do processo do Grêmio no Pleno, o Auditor Otávio Noronha deferiu na tarde desta quinta, dia 17 de novembro, o pedido integral de efeito suspensivo contra a perda de mando de campo e multa de R$ 30 mil pela invasão de campo na semifinal da Copa do Brasil. Com a decisão, a pena aplicada pela Comissão Disciplinar fica suspensa até que o recurso seja julgado e concluído no Pleno, última instância nacional. Ainda não há dará prevista para o julgamento. 
 

Quer receber notícias do Grêmio de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos