Treino com cara de jogo: Grêmio intensifica atividade para minimizar parada

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Renato Gaúcho quer treinamentos com cara de jogos no Grêmio, mas sem riscos

    Renato Gaúcho quer treinamentos com cara de jogos no Grêmio, mas sem riscos

O adiamento da final da Copa do Brasil por conta do trágico acidente no voo da Chapecoense mudou a rotina do fim de ano do Grêmio. O planejamento de preservar titulares no Brasileiro acabou virando vilão e a preocupação agora é com a falta de ritmo para o jogo de volta diante do Atlético-MG. Por isso, a estratégia para driblas a ausência de partidas é transformar os treinamentos em 'jogos' principalmente durante o fim de semana. 

O planejamento gremista estava sendo seguido à risca. Os jogadores titulares não atuaram diante do Santa Cruz, no último domingo, e ficariam exatamente uma semana parados se preparando para o confronto de volta da final. 
 
Porém, como o jogo foi adiado o prazo de parada cresceu para 15 dias e a preocupação ficou evidente. Como manter o ritmo de competição do time que vinha atuando tão bem sem jogos no calendário. 
 
"Não tem muito o que fazer, amistoso é um risco de lesão. Será a programação semelhante a semana passada. Vamos treinar forte segunda contra a base, é assim que fizemos na semana que passou. Nos preparamos para quarta, mas não teve o jogo infelizmente. A programação será a mesma, não tem porque arriscar", disse o técnico Renato Gaúcho. 
 
A programação do fim de semana aponta treinamentos todos os dias até a decisão. Sempre em turno único. Na semana da decisão, portas fechadas para garantir privacidade. E o ritmo intenso servirá para manter o elenco em ação e garantir o ritmo de competição em alto nível. 
 
"Ficaremos uns dias sem jogo, mas os jogadores não vão perder tanto assim. O mesmo problema que nós temos o adversário também tem. Não podemos arriscar", explicou Renato. 
 
O treinamento desta quarta-feira - data em que seria disputada a final no calendário natural - apontou a chance de Bolaños começar contra o Galo na vaga do suspenso Pedro Rocha. Mas a tendência ainda é pela utilização de Everton. 
 
Grêmio e Galo se enfrentam, agora, na quarta-feira da semana que vem, dia 7 de dezembro, às 21h45 (horário de Brasília). 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos