Carol Portaluppi invade o campo em festa do título do Grêmio e leva medalha

Jeremias Wernek e Marinho Saldanha

Do UOL, em São Paulo

A filha do técnico Renato Gaúcho, Carol Portaluppi, invadiu o gramado da Arena do Grêmio durante a festa do título gremista na Copa do Brasil - os gremistas empataram por 1 a 1 com o Atlético-MG e sagraram-se pentacampeões do torneio.

Carol entrou no campo logo após o apito final do árbitro, ao lado do treinador do time gaúcho e um segurança. Ela estava nas tribunas do estádio e desceu a dez minutos do fim do jogo e chegou a ficar com uma das medalhas de campeão. 

Pouco depois, Renato Gaúcho disse que tinha certeza que ela estaria no local. "Alguém tinha dúvidas? Eu não tinha dúvidas nenhuma", disse ainda no campo - a filha, logo depois, disse que "torce para o pai ficar no Grêmio".

Carol Portaluppi também invadiu o gramado ao fim da partida contra o Cruzeiro, na semifinal, também no estádio gremista. Naquela ocasião, o fato gerou muita polêmica. O árbitro da partida relatou a invasão na súmula. 

O clube foi, depois, denunciado pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). O órgão julgou e puniu o Grêmio com a perda de um mando de campo. O clube, então, entrou com um recurso imediatamente. No dia seguinte, o tribunal acatou o pedido e derrubou a decisão inicial.

Nos últimos dias, perguntado sobre um eventual invasão da filha, Renato Gaúcho brincou e disse que Carol invadiria o gramado se o Grêmio fosse campeão - o treinador ainda disse que a diretoria gaúcha pagaria a multa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos