Robinho repete Ronaldinho e para no vice no primeiro ano de Atlético-MG

Do UOL, em Belo Horizonte

Desde que o Atlético-MG anunciou a contratação de Robinho, no começo de fevereiro, a chegada do atacante à Cidade do Galo foi comparada com a busca por Ronaldinho Gaúcho. Até mesmo o contrato foi semelhante. O clube mineiro usa com Robinho cláusulas semelhantes que usou com Ronaldinho. Apesar das comparações, Robinho sempre quis fugir disso.

Logo na primeira entrevista coletiva como jogador do Atlético, o atacante elogiou Ronaldinho, mas falou em ter sua própria história em Belo Horizonte. "Ronaldinho, na minha opinião, é um jogador diferenciado. Um gênio. Apesar do curto espaço de tempo aqui no Galo tem uma história bonita, foi campeão e deixou seu nome, mas Ronaldinho é Ronaldinho, e Robinho é Robinho. Ele fez a história da maneira dele e eu espero fazer da minha maneira", disse o camisa 7 do Atlético, em fevereiro.

Mesmo que Robinho tente evitar as comparações, uma coincidência marca o primeiro ano de ambos na Cidade do Galo. Ronaldinho e Robinho estiveram perto de uma conquista nacional pelo Atlético, mas terminaram como vices. Em 2012 o Atlético foi vice-campeão brasileiro, apesar de Ronaldinho fazer uma grande competição.

Algo que se repetiu em 2016. Robinho é o grande nome do Atlético no ano e um dos grandes responsáveis por colocar o clube mineiro na decisão da Copa do Brasil. Foram três gols durante a caminhada até a disputa pelo título. Mas na final, muito bem marcado, Robinho não conseguiu ser decisivo em nenhum dos dois jogos. Após o empate no segundo jogo, o atacante do Atlético admitiu que o Grêmio mereceu ficar com o troféu.

"Temos que ter a humildade de saber que perdemos na bola", disse Robinho, que lamentou bastante o jogo muito ruim do Atlético no Mineirão. "Sem dúvida custou caro jogar mal no Mineirão. Aqui fizemos um grande jogo, até poderíamos sair com um placar melhor", completou.

Apesar de fechar o ano sem nenhuma conquista com o Atlético, Robinho termina 2016 como o principal goleador do futebol brasileiro. O camisa 7 alvinegro marcou 25 vezes na temporada, em jogos do Campeonato Mineiro, Copa Libertadores, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil. E se o Ronaldinho não foi campeão com o Atlético no primeiro ano, as temporadas seguintes foram de conquistas. Um bom sinal para Robinho e os atleticanos.

Quer receber notícias do Atlético-MG de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos