Corinthians vence primeira decisão do ano e avança na Copa do Brasil

Do UOL, em São Paulo

O Corinthians conseguiu passar bem pela primeira decisão da temporada 2017. Nesta quarta-feira, o time do técnico Fábio Carille bateu a Caldense por 1 a 0 fora de casa e garantiu vaga na segunda fase da Copa do Brasil. O gol alvinegro foi marcado por Rodriguinho.

O time corintiano avançou na competição em jogo único, pois o regulamento para a edição 2017 mudou - os paulistas jogavam pelo empate, enquanto a Caldense precisa vencer a partida para eliminar o rival. O Corinthians agora aguarda o vencedor de Brusque e Remo, que se enfrentam na quarta-feira que vem - a equipe jogará fora de casa novamente.

Mesmo atuando em Minas Gerais, o Corinthians teve mais posse de bola e as melhores chances. No primeiro tempo, por exemplo, Gabriel acertou a trave e Marlone quase marcou no rebote. Pouco depois, porém, Rodriguinho completou de cabeça um cruzamento de Fagner e garantiu a vitória corintiana.


Jô de volta ao terreno inimigo

O atacante sofreu durante o jogo com a torcida da Caldense. O fato está ligado a um gol marcado por Jô na final do Campeonato Mineiro de 2015, quando ele atuava no Atlético-MG. Na ocasião, o time alvinegro sagrou-se campeão estadual ao bater a Caldense por 2 a 1 no mesmo estádio do confronto desta quarta-feira. Detalhe: Jô marcou o gol em posição de impedimento na época.

Ficou e decidiu

CÉLIO MESSIAS/ESTADÃO CONTEÚDO

Rodriguinho por pouco não foi vendido ao Galatasaray, da Turquia, nas últimas semanas. O clube europeu chegou a fazer duas propostas pelo jogador, mas a diretoria corintiana recusou e segurou o meio-campista, que marcou de cabeça o único gol da partida contra a Caldense.

Mais uma estreia

O Corinthians disputa a sua 22ª edição de Copa do Brasil. O time mantém o bom desempenho nas estreias do torneio. Agora são 13 vitórias, cinco empates e quatro derrotas. Derrotado, o time corintiano conseguiu reverter o placar duas vezes. Primeiro, contra o Sampaio Corrêa, em 1989, e diante do Luverdense, em 2013. A equipe foi eliminada pelo Botafogo (2000) e santos (2015).

Vacilo corintiano

O Corinthians quase deu adeus à Copa do Brasil antes mesmo de entrar em campo. A situação ocorreu porque o clube quase escalou o lateral esquerdo Moisés para a partida, O atleta, que chegou a ser relacionado pelo técnico Fábio Carille, não pôde atuar pois está suspenso.
 
No ano passado, quando defendia o Bahia, Moisés recebeu três jogos de suspensão - ele só cumpriu uma partida. Apesar disso, a diretoria do Corinthians não evitou que Moisés estivesse na lista de relacionados ara o duelo com a Caldense.
 

Maradona em campo


Calma! O craque argentino recebeu apenas uma homenagem na noite desta quarta-feira. A Caldense entrou em campo com Ewerton Maradona, camisa 10. O atleta, de 34 anos, comandou o meio-campo da Caldense com a perna direita. O lance mais bonito dos mineiros, entretanto, foi de Zambi, que quase acertou uma bicicleta no fim do primeiro tempo.
 

Defesa intransponível

Com a vitória em Poços de Caldas, o Corinthians chegou à marca de 426 minutos sem sofrer gols na temporada 2017. O time alvinegro conseguiu passar ileso na defesa pela quarta partida seguida - antes, contra São Paulo, Ferroviária e São Bento (mais 66 minutos no triunfo por 4 a 1 sobre o Vasco, no primeiro duelo do ano). 


Juca: Corinthians joga pro gasto

Um gol de Rodriguinho 40 minuto de jogo garantiu o Corinthians na segunda rodada da Copa do Brasil com atuação tranquila e sem brilho em Poços de Caldas. Leia mais. 
 
 
FICHA TÉCNICA
 
CALDENSE 0 x 1 CORINTHIANS 
 
Data: 8 de fevereiro de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (horário de Brasília)
Competição: Copa do Brasil (1ª fase)
Local: Estádio Dr. Ronaldo Junqueira
Público pagante: 7.536 
Renda: R$ 490.880,00
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Thiago Corrêa Farinha (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Thiago Carpini e Álvaro (Caldense); Fellipe Bastos (Corinthians)
 
Gol: Rodriguinho, aos 40 minutos do primeiro tempo.
 
CALDENSE: Neguet; Alexandre Lazarini, Marcelinho, Hélio e Rafael Estevam; Thiago Carpini (César), Álvaro, Ewerton Maradona (Edu) e Anderson (Cristiano); Luiz Eduardo e Zambi. Técnico: Thiago Oliveira
 
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Marciel; Gabriel; Giovanni Augusto (Marquinhos Gabriel), Fellipe Bastos (Camacho), Rodriguinho (Guilherme) e Marlone; Jô; Técnico: Fábio Carille
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos