Goleador do Inter reclama de poucas chances em 2016: "Fui mal aproveitado"

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

Brenner é o goleador do Inter na temporada. Com os dois gols marcados diante do Oeste, na vitória por 4 a 1 desta quarta-feira, o atacante chegou aos seis gols em quatro partidas pelo time vermelho. Sem chance no ano passado, ele mostra mágoa pelas poucas oportunidades recebidas. 

"Não sei (o que houve), é difícil falar agora. Mas 2016 já era. Fico triste, queria jogar, ser aproveitado. Infelizmente não deu, não sei por que. Agora é bola para frente e conseguir o acesso que é o mais importante", disse. 
 
Brenner tem sido oportunista. Nesta quarta, fez o primeiro após receber cruzamento, acertar a trave e pegar o rebote. No segundo tempo transformou o pênalti sofrido por Carlos em gol. 
 
"Tenho que agradecer a Deus e meus companheiros. O trabalho vem sendo feito durante a semana e isso é muito importante", disse. 
 
O crédito é passado ao treinador. Antonio Carlos tinha trabalhado com ele já no Juventude durante o primeiro semestre de 2016. Depois das boas atuações no Gauchão, Brenner foi contratado pelo Inter, mas acabou sendo pouco utilizado. Frequentou o banco de reservas e sobrou até dele na maior parte do complemento da temporada. Agora, a realidade é outra. 
 
"Toda importância é dele (Zago). Quando se trabalha com um profissional capacitado e que fizemos um bom trabalho no Juventude, ele conhece meu trabalho sabe porque eu fui contratado. Fui mal aproveitado, sem sequência fica difícil. E com a chegada dele eu sabia que teria chance e tinha que estar preparado", finalizou. 
 
Classificado na Copa do Brasil, o Inter terá pela frente o vencedor do duelo entre Guarani de Juazeiro e Sampaio Corrêa. O jogo ocorre na próxima quarta-feira. Já nesta quinta há o duelo contra o Criciúma pela Primeira Liga. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos