Coritiba recebe ASA buscando exercer vantagem na Copa do Brasil

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Divulgação

O sonho é repetir 2011 e 2012, quando chegou duas vezes na decisão e por pouco não faturou a taça. Mas até lá, o Coritiba terá um caminho longo, um pouco mais amaciado pelas novas regras da Copa do Brasil. A começar pelo jogo desta quinta-feira, contra o ASA-AL às 21h30 no Couto Pereira. O duelo será o único entre as equipes, como determina o novo regulamento da competição: quem vencer passa; se der empate, decisão da vaga nos pênaltis. O adversário sairá do jogo marcado para o sábado de carnaval em Curitiba, entre Paraná e Bahia.

"Mata-mata é sempre pressão e a gente quer ir longe na competição, chegar na final. É sempre mais complicado ter uma partida única, a atenção tem que ser redobrada", afirmou o goleiro Wilson, que também admitiu a vantagem de não precisar sair de Curitiba para tentar a vaga: "É em casa com o apoio do nosso torcedor".

Na fase anterior, o Coxa despachou o Vitória da Conquista-BA em jogo único na Bahia, contando com o benefício de empatar e seguir no campeonato por conta de seu melhor ranking. O ASA também se aproveitou dessa regra, ao segurar um empate contra a Ferroviária-SP em Araraquara. Ambos os jogos terminaram 1 a 1.

A Copa do Brasil é a menina dos olhos da diretoria coxa-branca. Fora da Copa Sul-Americana nesta temporada, o Coritiba tem a pretensão de avançar o mais longe que puder e garantir calendário. O Coxa tem no ano apenas as disputas do Paranaense, Brasileirão e da própria Copa do Brasil. "O empenho é total, temos menos competições do que tínhamos ano passado. Financeiramente falando, é buscar o título... é uma competição fundamental pra gente", declarou Wilson, repetindo o discurso da diretoria.

No banco do time alagoano estará um velho conhecido da torcida coxa-branca: o ex-atacante Maurílio, hoje treinador, que vestiu a camisa do Paraná Clube nos anos 90. Em 7 jogos comandando o time alagoano na temporada, Maurílio conseguiu 5 vitórias e 1 empate, justamente o que classificou a equipe para essa fase da Copa. "Se acontecer um vacilo e der empate, ainda temos a chance de decidir nos pênaltis. A partida é perigosíssima, o ASA eliminou a Ferroviária fora, a gente está atento", alertou o goleiro Wilson.

Coritiba x ASA-AL

Estádio: Couto Pereira, 21h30

Coritiba
Wilson; Werley, Walisson Maia, Juninho e Carlinhos; Jonas, Tiago Real, Kady e Neto Berola (Iago); Henrique Almeida e Kléber. Téc.: Paulo César Carpegiani.

ASA
Luís Cetin; Douglas Gonçalves, Eron, André Lima e Airton; Mazinho, Nata, Leanderson, Doda e Téssio; Leandro Kível. Téc.: Maurílio Silva.

Arbitragem: Paulo Henrique Schleich Vollkopf (MS)
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos