Ceni lamenta maratona de jogos e diz que SP poderia ter feito mais gols

José Eduardo Martins e Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

Com uma boa atuação, o São Paulo bateu o ABC por 3 a 1 e abriu vantagem na terceira fase da Copa do Brasil. Rogério Ceni ficou satisfeito com a produção do time, mas o placar, na visão do treinador, poderia ter tido diferença maior de gols – segundo Ceni, o resultado não é suficiente para decidir a classificação a favor de seu time.

"Com esse placar de 3 a 1 o jogo continua aberto, mas jogamos muito bem dois terços do jogo, fico feliz com o que produziu. Faltou alguma coisa que poderia ter decidido uma classificação que ficou em aberto, mas a produção só tenho a elogiar, o time foi muito bem", afirmou.

O comandante deixa o Morumbi nesta quarta com dois sustos: Cueva e Luiz Araújo, que tiveram belas atuações, deixaram o gramado com dores musculares – o São Paulo tem um clássico diante do Palmeiras no sábado, pelo Palmeiras. Ceni apontou a maratona de jogos enfrentada pelo time, e aproveitou para explicar o rodízio promovido entre seus atletas.

"Para o jogo de hoje, dos 11 jogadores que coloquei, nove jogaram menos de 180 minutos dos últimos 270. Nenhum tinha jogado os três últimos jogos. A gente procura dar o descanso necessário, diminuir o ritmo de treino e tentar rodar elenco. Onde no mundo você joga nove jogos em um mês? Não dá para ter onze titulares. Existem jogadores que jogam 70% dos jogos, e jogadores que jogam 30%. Contra o Palmeiras, provavelmente não serão os mesmos titulares", ressaltou.

Além do rodízio, Rogério precisou responder sobre outro tema que tem sido abordado com frequência em suas entrevistas: os gols sofridos. Nesta quarta, falou, especificamente, sobre os gols que sofreu logo após balançar as redes do adversário.

"Depois que faz o gol tem que se preocupar com o resto do tempo até acabar o jogo. Temos tomado gol em menos de cinco minutos após fazer, isso tem me preocupado bastante. Vamos tentar melhorar sim. Mudar a marcação. Treinei muito bola parada ofensiva, quem sabe amanhã tente dar ênfase na defensiva", finalizou.

O clássico contra o Palmeiras acontece no sábado, 16h, no Allianz Parque, casa do alviverde.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos