Médico mostra otimismo e espera que São Paulo tenha Cueva em clássico

José Eduardo Martins e Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

Rogério Ceni sofreu um susto na noite desta quarta ao ver Cueva deixar a partida diante do ABC, pela Copa do Brasil, com dores na coxa, e virar preocupação para o clássico de sábado diante do Palmeiras. O quadro, entretanto, pode não ser grave. O departamento médico do São Paulo, que venceu por 3 a 1, está otimista.

"Qualquer atleta com queixa preocupa. Devemos reavaliar pela manhã, mas não nos parece de maior gravidade", disse o médico José Sanchez.

Além de Cueva, Luiz Araújo também deixou o gramado com dores – Sanchez é cauteloso, mas se mostra otimista em contar com ambos no confronto contra o rival, no Allianz Parque.

"A situação pode mudar amanhã cedo, por isso é importante reavaliar. Não temos muito tempo, mas estou otimista que nenhum deles ficará fora do jogo.  É uma maratona massacrante, para problema muscular é difícil. Ele (Cueva) não participou de treino por dois dias para ter mais tempo para recuperação", explicou.

O São Paulo encara o Palmeiras às 16h do sábado, pelo Paulistão, e depois viaja a Natal, para a segunda partida diante do ABC, pela terceira fase da Copa do Brasil.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos