Cruzeiro tem retrospecto positivo diante do São Paulo em mata-matas

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Um dos clássico mais tradicionais do Brasil será jogado nesta quinta, pela Copa do Brasil

    Um dos clássico mais tradicionais do Brasil será jogado nesta quinta, pela Copa do Brasil

Quando vê um confronto contra o São Paulo pelo caminho, o torcedor do Cruzeiro costuma torcer o nariz por causa do sempre indigesto adversário. Tradicional clássico do futebol brasileiro, o confronto ganhou força principalmente após os duelos nos anos 90 e início do novo século.

Nesta quinta-feira, as equipes voltam a se enfrentar, desta vez pela Copa do Brasil. Apesar do retrospecto geral não ser tão positivo para o time mineiro, a equipe celeste já provou que em torneios de mata-mata a história é diferente, e tem levado a melhor nos últimos anos.

Quando se trata de Brasileirão, a história já não é tão feliz para o Cruzeiro. Em 58 duelos, a Raposa levou a melhor somente em onze ocasiões, empatando 15 vezes e perdendo em outras 32 partidas. A última vitória contra o Tricolor foi de 2 a 1 em novembro de 2015, em Belo Horizonte, com gols de William e Leandro Damião.

"Não sei para o torcedor, mas para jogador é sempre uma decisão, um clássico com a concentração lá em cima. Cheguei em 2013, tive um empate, uma vitória, depois de muitos anos sem o Cruzeiro ganhar no Morumbi, e uma derrota por 2 a 0. Mas essas coisas mudam, já ganhamos na Libertadores também. O jogador vai com a cabeça diferente para o estádio", disse o zagueiro Dedé.

Desde 2000, quando decidiu com o São Paulo a Copa do Brasil, o Cruzeiro eliminou o Tricolor em outras duas ocasiões, ficando pelo caminho em apenas uma delas. Naquele ano, a taça foi erguida com alta dose de emoção, com um gol de falta marcado por Geovanni, já no apagar das luzes.

Em 2009 e em 2015 , a história se repetiu, agora com a Raposa passando pelo rival nas quartas e oitavas de final da Libertadores. O único triunfo paulista aconteceu em 2010, também pelo torneio continental, vencendo as partidas dentro e fora de casa.

"Jogaremos contra uma equipe grande, mas sabemos o regulamento do campeonato. Temos que jogar com inteligência e fazer o que estamos fazendo. Será uma prova muito difícil, mas vamos trabalhar para fazer um bom jogo e decidir em casa", comentou o lateral Fabrício.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos