Fluminense leva virada em 4 minutos e perde para o Goiás no Serra Dourada

Do UOL, em São Paulo

O Fluminense esteve próximo de dar um grande passo rumo às oitavas de final da Copa do Brasil. O time do técnico Abel Braga vencia o Goiás em pleno Serra Dourada até os 38 minutos do segundo tempo, mas permitiu a virada dos goianos, que venceram por 2 a 1 na noite desta quinta-feira.

Marcos Júnior marcou o gol da equipe tricolor logo no começo da partida marcada pela expulsão do goleiro Diego Cavalieri. Jean Carlos e Léo Gamalho, de pênalti, fizeram para o Goiás aos 38 e 42 minutos minutos da etapa final, respectivamente.

A partida de volta está marcada para a próxima quarta-feira, no Maracanã. Com o resultado desta quinta, o Fluminense precisa vencer por 1 a 0 para avançar às oitavas de final. Já o Goiás joga por um empate no Rio de Janeiro.

Expulsão de Cavalieri

O goleiro titular do Fluminense recebeu o cartão vermelho ainda no primeiro tempo do duelo. Cavalieri derrubou Carlos Eduardo na entrada da área, apesar de o atacante goiano não ir em direção ao gol. Com a expulsão, o técnico Abel Braga tirou Sornoza da partida para a entrada de Júlio César. No final do jogo, Carlos Eduardo, do Goiás, também recebeu o cartão vermelho.

Lesão logo no início

Aos 14 minutos da primeira etapa, quando o placar já apontava 1 a 0 para o Fluminense, o atacante Henruique Dourado sentiu dores na coxa após um lançamento recebido no campo de ataque. O artilheiro do time carioca levou a mão à coxa e deu lugar a Pedro,

Sangue na camisa

O Fluminense ainda teve outro problema durante os primeiros 45 minutos: o zagueiro Renato Chaves levou a pior na disputa pelo alto com o atacante Léo Gamalho. O defensor foi atendido e voltou ao gramado com uma touca. Minutos depois, houve um vazamento de sangue, que sujou a camisa de Renato. Ele, então, deixou o campo para trocar o uniforme e viu, do lado de fora, Cavalieri cometer a falta em Carlos Eduardo.

Pode mais?

Aos 30 minutos do segundo tempo, o técnico Abel Braga fez menção de chamar mais um jogador para entrar em campo. O treinador, porém, já havia feito as três substituições ao colocar Júlio César, Marquinhos Calazans e Pedro nas vagas de Cavalieri, Marcos Júnior e Henrique Dourado, respectivamente.

Pausa no Carioca

O Fluminense terá um período de seis dias sem jogos depois do duelo com o Goiás. O atual campeão da Taça Guanabara está fora da final da Taça Rio e volta a campo pelo estadual somente na semifinal, que será disputada contra o Vasco daqui a dez dias. 

Decisão no Goiano

O Goiás, em contrapartida, tem um jogo importante válido pelo Campeonato Goiano já no próximo domingo. A equipe enfrentará o Atlético-GO no mesmo Serra Dourada, como visitante, O jogo de volta ocorrerá no domingo seguinte, novamente no estádio.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 2 X 1 FLUMINENSE

Data: 13/4/2017, quinta-feira
Horário: 21h30 (horário de Brasília)
Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Público total: 16.190
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (ambos de SP) 
Cartões amarelos: Hélder, Patrick, Carlos Eduardo, Michael e Victor Bolt (Goiás); Pedro, Renato Chaves, Henrique e Lucas (Fluminense)
Cartão vermelho: Carlos Eduardo (Goiás); Diego Cavalieri (Fluminense)

Gols: Marcos Júnior, aos nove minutos do primeiro tempo; Jean Carlos, aos 38, e Léo Gamalho, aos 42 minutos do segundo tempo.

GOIÁS: Marcelo Rangel, Hélder (Michael), Fábio Sanches, Everton Sena e Jefferson (Aylon); Victor Bolt (Jean Carlos), Patrick, Léo Sena e Tiago Luís; Carlos Eduardo e Léo Gamalho. Técnico: Sílvio Criciúma.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo; Wendel, Orejuela e Sornoza (Júlio César); Marcos Júnior (Marquinhos Calazans), Henrique Dourado (Pedro) e Wellington. Técnico: Abel Braga.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos