Gols em 95% dos jogos e média. As armas do Inter contra o Corinthians

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

O Internacional precisa vencer o Corinthians, em Itaquera, ou empatar com dois ou mais gols para seguir na Copa do Brasil. E os números são usados para aumentar a confiança do Colorado às vésperas da segunda partida diante do time paulista. Em 22 compromissos neste ano, o time de Antonio Carlos Zago já balançou as redes em 39 oportunidades.

Somente em um jogo o Inter não fez gol. Contra o Juventude, fora de casa, ainda na fase de classificação do Campeonato Gaúcho.

Com 1,7 gol por jogo, o Internacional aposta justamente no poder de fogo para seguir na competição. Por mais que leve, como levou em casa no jogo de ida com o Corinthians, o conceito é que o ataque deixará sua marca.

"Vão ser poucas partidas onde o Inter não fará gol. Nosso ataque é bom", disse Brenner, artilheiro do Colorado na temporada. "O que a gente vem falando é que não podemos mudar nosso estilo, o jeito de jogar. A gente vem jogando de um mesmo jeito, mantendo a posse de bola e criando oportunidades. Tentando beliscar uma ou duas chances para sair com a classificação", completou.

Nas últimas duas partidas, porém, Brenner passou em branco. Ele foi substituído por Rodrigo Dourado, volante que pintou como surpresa na área.

"Fico feliz pelo gol. É a bola parada, em todas eu vou para área. Fui feliz de estar no lugar certo", disse depois de converter diante do Caxias, no sábado.

Com apenas três derrotas no ano, o Internacional visita o Corinthians nesta quarta-feira. No domingo, vai ao estádio Centenário enfrentar o Caxias no segundo jogo da semifinal do estadual.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos