Santos vence Paysandu na Copa do Brasil e leva boa vantagem para Belém

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

O Santos venceu o Paysandu por 2 a 0 nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, em pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Após ser dominado no primeiro tempo, a equipe santista contou com Bruno Henrique, que arriscou de fora da área e fez um golaço no início da segunda etapa abrindo o placar. No finalzinho, aos 43 minutos, Copete, de cabeça, fechou o placar. 

Com a vitória por 2 a 0 na Vila, agora o Santos pode até perder por um gol de diferença no jogo de volta, no dia 10 de maio, no estádio Mangueirão, em Belém, do Pará, para se classificar.

Antes disso, o Santos volta a campo na próxima quinta-feira, quando encara o Santa Fe, no Pacaembu, em jogo válido pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América.

Quem foi bem: Vanderlei salva o Santos de tropeço

O primeiro tempo do Santos foi muito mal. A equipe saiu vaiada e precisou contar com o goleiro Vanderlei para não ir ao vestiário com derrota parcial. O goleiro fez duas boas defesas nos 45 minutos iniciais. No segundo tempo, o goleiro voltou a salvar o time com uma grande defesa em chute a queima-roupa de Wesley na pequena área.

Quem foi mal: Vitor Bueno some em campo e é perseguido pela torcida

O meia-atacante Vitor Bueno está ameaçado de perder a posição de titular faz tempo. Dorival Júnior, inclusive, bancou o jogador para os duelos contra a Ponte Preta e Santa Fe. No entanto, o camisa 7 não corresponde. Sumido em campo, o meia era vaiado pela torcida nas poucas vezes em que pegou na bola. Substituído aos 17 minutos da etapa final, foi vaiado novamente em sua saída.

Nem parece ele! Ricardo Oliveira perde muitos gols

O atacante Ricardo Oliveira, além de se movimentar pouco, perdeu todas as oportunidades que teve no jogo. O curioso é que os chutes a gol do atleta na partida passaram longe de lembrar as finalizações que consagraram o centroavante na carreira e também no Santos. Já são cinco jogos sem balançar as redes.  

Lucas Lima puxa confusão no jogo

Por pouco não houve uma briga generalizada entre os atletas de Santos e Paysandu no segundo tempo. O meia Lucas Lima se mostrou descontrolado e pôs "fogo" em um empurra-empurra dos jogadores. O árbitro acalmou os ânimos com três cartões amarelos: David Braz, Lucas Lima e Bérgson.  

Na Bronca, Bruno Henrique não comemora gol

Marcello Zambrana/AGIF

Após errar bastante no primeiro tempo, o atacante Bruno Henrique surpreendeu ao arriscar um chute de fora da área e acertar o ângulo do goleiro Émerson aos três minutos da segunda etapa. O atacante, que costuma errar muitas finalizações nos jogos, não comemorou o gol. Resposta aos torcedores que vaiaram o time no intervalo.

Nem de graça! Sócia não paga, mas Vila não enche

O sócio do Santos não pagou ingresso na Vila Belmiro nesta quarta-feira. A promoção faz parte da programação de aniversário dos 105 anos do Santos, completados no último dia 14. Apesar da motivação, a Vila teve apenas 6266 pagantes.

Paysandu no "estilo Tite" faz torcida vaiar o Santos

Marcello Zambrana/AGIF

O Paysandu entrou em campo no esquema 4-1-4-1 e variou para o esquema 4-3-3, estratégia bastante utilizada por Tite no Corinthians e agora na seleção brasileira. Com isso, o Papão dominou o Santos no primeiro tempo. Foram cinco oportunidades de gol contra duas da equipe santista, que só foram criadas após aos 42 minutos. Vanderlei teve que salvar o Santos, e a torcida vaiou o time na saída para o vestiário.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 0 PAYSANDU
 
Data: 26 de abril de 2017, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos-SP
Árbitro: Igor Junio Benevenuto-MG
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Felipe Alan Costa de Oliveira (ambos de MG)
 
Cartões amarelos: Thiago Maia, Lucas Lima e David Braz (Santos); Rodrigo Andrade (Paysandu)
 
Gols: Bruno Henrique aos 3 minutos e Copete aos 43 do segundo tempo
 
Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Matheus Ribeiro (Copete); Thiago Maia, Renato, Lucas Lima (Vladimir Hernández), Vitor Bueno (Arthur Gomes) e Bruno Henrique; Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Júnior
 
Paysandu: Emerson; Ayrton, Perema, Gilvan, Hayner; Wesley, Augusto Recife; Leandro Carvalho (Jhonnatan), Rodrigo Andrade (Diogo Oliveira); Bergson e Alfredo (Leandro Cearense).
Técnico: Marcelo Chamusca

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos