Atlético-PR perde pênalti polêmico e empata com Santa Cruz no Arruda

Do UOL, em Santos (SP)

Nada de gols no primeiro duelo entre Atlético-PR e Santa Cruz, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, disputado na noite desta quarta-feira (10), no Arruda. O time paranaense carimbou a trave e chegou até a ter um pênalti a seu favor, mas desperdiçou a cobrança (defendida por Júlio César) e assim volta para Curitiba com um empate por 0 a 0 na bagagem.

O jogo de volta está marcado para o dia 31 de maio, quando o Atlético-PR recebe o Santa Cruz na Arena da Baixada, às 19h30 (de Brasília). Um empate com gols dá a vaga ao time pernambucano, enquanto nova igualdade por 0 a 0 leva a decisão para os pênaltis. Quem vencer, avança.

Pênalti polêmico no segundo tempo

O árbitro Grazianni Maciel Rocha (RJ) revoltou os jogadores do Santa Cruz ao marcar um pênalti de Vitor aos 18min do segundo tempo. O lateral coral chegou forte, mas na bola, e fez o desarme em Sidcley, mandando a bola para escanteio. Sorte do juiz que, na cobrança, Júlio César acabou defendendo a cobrança de Matheus Rossetto e o placar seguiu 0 a 0.

Dois tempos distintos

Depois de um primeiro de poucas chances, a não ser por um chute cruzado perigoso de Grafite, os times voltaram melhor para o segundo tempo. O Atlético-PR acertou a trave – com Sidcley – e até teve um pênalti a seu favor, desperdiçado por Rossetto. A sequência da etapa final, porém, voltou a ser semelhante ao primeiro tempo, com pouca criação das equipes.

Gratidão coral com Grafite

Ex-Santa Cruz e hoje no Atlético-PR, Grafite foi substituído no intervalo da partida. Ao caminhar pela lateral do campo do Arruda, foi aplaudido pelos torcedores corais e retribuiu o carinho, devolvendo as palmas.

Simulação e cera de Weverton

Mais uma cena tosca de simulação pôde ser vista no jogo entre Santa Cruz e Atlético-PR. Aos 44min do segundo tempo, Weverton ficou com a bola dentro da área e caminhou para fazer o lançamento, seguido de perto por um jogador do Santa. Mesmo sem ser encostado, caiu no chão com a mão no rosto e ganhou mais um tempo no fim do jogo.

SANTA CRUZ 0 X 0 ATLÉTICO-PR

Loca
l: Arruda, em Recife (PE)
Data: 10/05/2017 (quarta-feira)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Auxiliares: Luiz Antonio Muniz de Oliveira e Diogo Carvalho Silva (ambos do RJ)
Público/renda: 4.030 pagantes/R$ 23.990,00
Cartões amarelos: Bruno Silva, Vítor (SAN); Wanderson, Nicolas, Cascardo (ATL)

SANTA CRUZ
Julio Cesar; Vítor, Anderson Salles, Bruno Silva e Tiago Costa; Elicarlos, David e Pereira (Thiago Primão); Thomás, André Luís (William Barbio) e Julio Sheik (Everton Santos)
Técnico: Vinícius Eutrópio

ATLÉTICO-PR
Weverton; Cascardo, Paulo André, Wanderson e Nicolas; Otávio, Eduardo Henrique, Lucho González (Sicley), João Pedro (Matheus Rossetto) e Yago; Grafite (Eduardo da Silva)
Técnico: Paulo Autuori

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos