Após partida, D'Alessandro elogia Felipe Melo: "Queria ter ele no meu time"

Do UOL, em Porto Alegre

D'Alessandro encontrou Felipe Melo em campo e depois fora dele. E não houve qualquer problema. Marcado pelo volante, o gringo falou, discutiu, mas não passou disso. E depois do jogo, rasgou elogios ao palmeirense.

Antes, Felipe Melo havia feito o mesmo em relação ao Inter. Deixando o campo, o marcador ressaltou o tamanho do clube para valorizar a vitória por 1 a 0 em jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

"Enfrentamos um time gigante, campeão de tudo. O 1 a 0 foi uma goleada para a gente. Está na Série B, mas é melhor que muitos times de Série A. Vai subir com pé nas costas", disse Melo.

D'Alessandro viu o vídeo das declarações. Depois da partida, rasgou elogios ao colega de profissão.

"Felipe é um cara sincero, que fala o que pensa e tem poucos no futebol hoje assim. Gostaria de ter ele no meu time também. É experiente, cascudo, jogou na Europa. Sabe o que fala e com certeza sabe que o Inter é muito grande. Obviamente o que ele falou, e eu já vi o vídeo no vestiário, agradecemos. É parte do nosso trabalho. Ele reconheceu nosso trabalho. Viemos jogar de igual para igual. Fizemos um jogo inteligente, tentando não dar espaço. É um reconhecimento ao nosso trabalho e evolução. Fizemos um grande jogo em Londrina (pela Série B), sem desmerecer eles, mas enfrentamos o melhor time do Brasil, fora de casa, e o importante é que nós deixamos a fase em aberto. Levamos a decisão para Porto Alegre", falou D'Ale.

Sobre uma possível rixa em campo, D'Alessandro disse que jamais passou pela cabeça. Mesmo marcado por Melo, os possíveis problemas, segundo o gringo, foi criado pela imprensa.

"É obrigação ter respeito entre colegas. É um cara muito sincero. Tem poucos assim no futebol, que falam o que pensam. E foi totalmente normal em campo. Às vezes as coisas foram criadas pela imprensa. Esperavam que brigássemos. Mas somos parecidos, meio malucos. Sabia que daria tudo certo. Discutimos, gostamos de falar. Eu sabia que nos daríamos bem. Não teria razão para brigar. Foi criado pela imprensa", finalizou.

O jogo de volta entre Inter e Palmeiras está marcado para dia 31, no Beira-Rio. Para seguir na Copa do Brasil o Colorado precisa vencer por dois ou mais de diferença.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos